Política

Asif Ali Zardari assume Presidência do Paquistão


 

Lusa/AO online   Internacional   9 de Set de 2008, 11:49

Asif Ali Zardari, viúvo da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, eleito sábado Presidente do Paquistão pelo Parlamento e Assembleias provinciais, tomou posse, numa cerimónia transmitida em directo pelas televisões locais.
Zardari torna-se o décimo quarto Presidente da República Islâmica do Paquistão, única potência militar nuclear do mundo muçulmano.

    O novo Presidente, de 53 anos, que prestou juramento por cinco anos, sucede ao general Pervez Musharraf, forçado a demitir-se há três semanas pela nova coligação no poder saída das eleições legislativas de 18 de Fevereiro.

    O assassínio de Bhutto, em Dezembro passado, lançou Zardari no centro do poder político, mas o político é uma das figuras mais controversas do país.

    Durante anos foi alvo de acusações de corrupção, embora nunca tenha sido condenado.

    Zardari é visto como pró-ocidental e colaborador na guerra contra o terrorismo declarada pelo governo norte-americano.

    O novo presidente terá que conciliar as exigências dos Estados Unidos, do poderoso Exército paquistanês e o forte sentimento anti-americano no país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.