Angela Merkel considera boa ideia taxar bónus de banqueiros

Angela Merkel considera boa ideia taxar bónus de banqueiros

 

Lusa/AO online   Economia   10 de Dez de 2009, 17:45

A chanceler alemã Ângela Merkel acolheu hoje de modo favorável a proposta franco-britânica de taxar de forma excepcional os bónus dos banqueiros, considerando-a uma boa ideia.

De acordo com a chanceler alemã, a ideia de introduzir, a título excepcional, um imposto sobre os bónus dos banqueiros é muito boa e poderá ter um efeito pedagógico.

A chefe do governo alemão lembrou que os contribuintes não devem suportar sozinhos as consequências da crise económica, mas “os banqueiros e os seus empregados também”.

Numa conferência conjunta realizada hoje no Wall Street Journal, o primeiro-ministro britânico Gordon Brown e o presidente francês Nicolas Sarkozy avançaram com a hipótese de criarem “um imposto excepcional” sobre os bónus dos banqueiros, uma vez que estes “são, em parte, o resultado dos apoios estatais dados ao sistema bancário”.

De acordo com a imprensa francesa, a França vai taxar a 50 por cento os bónus superiores a 27 mil euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.