Açoriano Oriental
André Ventura garante "fiscalização" ao uso dos dinheiros públicos

O líder do Chega, André Ventura, garantiu este sábado, nos Açores, que o partido “vai continuar a denunciar e a fiscalizar" o uso dos dinheiros públicos, seja no parlamento regional, seja no nacional.

André Ventura garante "fiscalização" ao uso dos dinheiros públicos

Autor: Lusa /AO Online

Este é "um trabalho que o Chega vai continuar a fazer no parlamento regional: denunciar e fiscalizar, nomeadamente estas obras, e exigir que elas sejam cumpridas no calendário", disse.

André Ventura falava depois de uma visita às obras no porto das Lajes das Flores, nos Açores, que ficou praticamente destruído na sequência da passagem do furacão Lorenzo, em outubro de 2019.

Na altura, o líder do Chega sustentou que a sua visita pretende mostrar a atenção do partido à "reconstrução" daquela infraestrutura e mostrar a sua "preocupação” com a fiscalização em matéria de "uso dos dinheiros públicos".

No parlamento nacional, o Chega vai continuar a exigir que o Governo "cumpra" com aquilo com que se "comprometeu" com "os açorianos e, em especial, com os florentinos", acrescentou André Ventura.

"E é isso que estamos hoje aqui a fazer, a verificar o bom andamento destas obras, preocupados com os seus atrasos, reconhecendo que as dificuldades também existem, mas apelando aos Governos nacional e regional que agilizem quer as transferências de verbas, quer a execução da obra", assinalou o líder do Chega, destacando a importância da reabilitação do porto das Lajes das Flores.

Segundo disse, "é importante que estas obras estejam a andar" e que fiquem concluídas "nos prazos definidos e apresentados".

"Não queria deixar de lamentar os atrasos que se verificam não só nas obras, mas também da parte do Governo central em matéria da atribuição das verbas que são necessárias e que tinham sido prometidas e garantidas ao Governos Regional dos Açores", sublinhou ainda.

O deputado do Chega/Açores, José Pacheco, evidenciou a importância da obra no porto das Lajes das Flores, "essencial para a sobrevivência da ilha.

"Mais uma vez viemos dar voz aos florentinos numa obra que é fundamental para a entrada e saída de mercadorias. Vemos que a obra anda, mas também estamos preocupados com o finalizar dela e o seu custo, que ainda ninguém sabe", afirmou José Pacheco, lider regional do Chega.

José Pacheco defendeu ainda que os Açores "têm de ter também a capacidade" de "bater o pé" para que "as coisas não andem à boa vontade da República".

"Nós vivemos numa região sujeita ao clima e à geografia e temos que estar prevenidos, não só financeiramente, mas também politicamente", vincou.

André Ventura iniciou na sexta-feira uma visita ao grupo ocidental (Flores e Corvo) dos Açores.

Hoje, o líder do Chega visitou ainda, na ilha das Flores, a queijaria Tradicional, na Fajãzinha, e no domingo desloca-se ao Corvo, a mais pequena ilha dos Açores, voltando na segunda-feira para as Flores, de onde sai ao final do dia para Ponta Delgada (São Miguel) para rumar ao continente.



PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados