Terrorismo

Ameaças a França de talibãs "nada têm de novo"

Ameaças a França de talibãs "nada têm de novo"

 

Lusa/AOonline   Internacional   18 de Nov de 2008, 15:43

O ministro da Defesa francês, Hervé Morin, assegurou que as ameaças de um chefe militar dos talibãs contra a França "nada têm de novo" e constituem uma "operação de comunicação".
"Os franceses são ameaçados como todas as forças da Aliança que estão no teatro afegão", declarou Morin.

    "Não há absolutamente nada de novo, é uma operação de comunicação como os talibãs tentam montar pois sabem que uma das maiores fraquezas da comunidade internacional na luta contra o terrorismo é a opinião pública", adiantou.

    Morin não falou directamente sobre a ameaça de uma acção na capital francesa, implícita numa declaração do responsável talibã num vídeo divulgado segunda-feira pela cadeia televisiva árabe Al-Arabiya.

    "A nossa reacção far-se-á ouvir em Paris", disse em árabe.

    A televisão não precisou como tinha obtido o vídeo, que aparentemente data do mês de Agosto e que inclui também uma reivindicação do ataque de 18 de Agosto no Afeganistão no qual foram mortos 10 soldados franceses.

    O ministro da Defesa lembrou que o semanário Paris Match já tinha divulgado, após aquela emboscada mortífera, ameaças contra os franceses se eles não abandonassem o Afeganistão.

    "Parece que as declarações neste vídeo são antigas, que já têm alguns meses", talvez da altura do ataque, considerou por seu turno o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Frédéric Desagneaux.

    "Levamos a sério as ameaças contra o nosso país", disse num encontro com a imprensa, considerando que "não existem ameaças adicionais hoje".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.