Alunos que terminaram o 12º ano na Lagoa recebem portáteis

Alunos que terminaram o 12º ano na Lagoa recebem portáteis

 

João Cordeiro   Regional   17 de Out de 2008, 11:39

Os dezanove alunos que concluíram o 12º ano na Escola Secundária da Lagoa na primeira vez que o frequentaram e que ingressaram este ano no ensino superior receberam ontem, das mãos do presidente da câmara do concelho, computadores portáteis com ligação à internet e tecnologia 3G.
João Ponte, presidente da Câmara de Lagoa, refere que esta é uma iniciativa que procura “premiar a excelência dos alunos”, ao mesmo tempo que é uma “importante ajuda às famílias que, numa fase complicada, têm que fazer face às despesas acrescidas que a entrada de um filho para a universidade representa”.
A entrega dos computadores portáteis é também uma aposta nas novas tecnologias, “porque hoje o acesso à internet como instrumento de trabalho para os alunos, que começam agora um novo percurso de vida, é fundamental”, considera o autarca, salientando o facto da entrega ter sido feita “a tempo e horas, antes dos alunos realizarem as primeiras frequências”.
João Ponte garante que a iniciativa é para continuar, e embora tenha afirmado, em tom de brincadeira, que começa a “ficar preocupado com o orçamento da câmara para o próximo ano”, uma vez que na sala estava um número significativo de alunos que estão a frequentar o 12º ano, ressalvou que “é um orgulho ver que há alunos que se interessam pela escola”.
O autarca acredita no futuro da Escola da Lagoa e congratula-se com o facto do número de alunos do concelho estar a aumentar, o que considera “extremamente importante para a Lagoa porque, apesar de contar com todos para o desenvolvimento do concelho, é fundamental que hajam pessoas qualificadas para integrar o mercado de trabalho e para desenvolver a Lagoa e os Açores”.
Curioso é o facto de,  entre os 19 estudantes premiados, estar apenas um rapaz, facto que João Ponte considera uma situação particular, que apenas significa que as raparigas se têm aplicado mais, o que deve funcionar como desafio para os rapazes do Concelho de Lagoa.
Débora Almeida, uma das estudantes premiadas, que entrou no curso de Turismo, na Universidade dos Açores, considera que “este prémio é um bom incentivo para que os alunos se apliquem nos estudos para terminarem o secundário”, e afirma que o computador será uma boa ferramenta para efectuar “pesquisas e trabalhos”, sem esquecer também o lazer que o computador pode proporcionar.
O único rapaz que ontem recebeu o portátil, Rúben Almeida, a frequentar o primeiro ano do curso de Relações Públicas e Comunicação, também na academia açoriana, agradece o computador que é “um bem precioso” para os estudantes, nos dias que correm, e não tem dúvidas de que o acesso à internet vai melhorar o seu desempenho na universidade.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.