Afeganistão

Al-Qaida adverte Obama contra envio de reforços

Al-Qaida adverte Obama contra envio de reforços

 

Lusa/AOonline   Internacional   19 de Nov de 2008, 15:07

O "número dois" da Al-Qaida, Ayman Al-Zawahiri, advertiu o Presidente eleito norte-americano, Barack Obama, para não enviar reforços para o Afeganistão, numa mensagem áudio difundida esta quarta-feira na Internet.
  "Aquilo que você anunciou (...) que iria retirar soldados (norte-americanos) do Iraque (para os enviar) para o Afeganistão é uma política destinada ao fracasso", disse o adjunto egípcio de Usama Bin Laden na sua mensagem citada pelo SITE, um centro americano de vigilância a sítios islâmicos na Internet.

    O Afeganistão está mergulhado numa insurreição sangrenta desde o derrube do regime dos talibãs, afastados do poder em finais de 2001 por uma coligação internacional liderada pelos Estados Unidos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.