Açoriano Oriental
Agricultores da ilha Terceira abrem explorações agrícolas aos turistas

Os agricultores da ilha Terceira, vão partilhar com turistas o seu dia-a-dia, desde a ordenha à alimentação do gado, na “Rota do Leite e do Queijo”, promovida pelo município de Angra do Heroísmo.

Agricultores da ilha Terceira abrem explorações agrícolas aos turistas

Autor: Lusa/AO Online

“Temos assistido a um aumento exponencial do turismo e a câmara entendeu que o setor da pecuária também deveria entrar como parceiro e como mais uma atração turística”, adiantou, em declarações à Lusa, Anselmo Pires, proprietário de uma das oito explorações agrícolas envolvidas no projeto.

Anselmo Pires tem uma exploração de leite biológico nos arredores da cidade da Praia da Vitória, na ilha Terceira.

Quem visitar a sua exploração pode ordenhar as vacas, provar o leite, alimentar os vitelos, tirar fotografias ou acompanhar a muda dos animais entre pastagens.

“O turista pode ver o dia-a-dia do agricultor. Temos prevista uma visita de duas a três horas, no máximo. O turista poderá tentar ordenhar a vaca mecanicamente ou à mão, poderá beber um pouco de leite da própria ordenha, poderá tocar em animais, conhecer as rotinas da exploração", explicou.

O projeto acabou de ser lançado e o agricultor ainda não recebeu pedidos de visitas, mas acredita que a ideia tem potencial.

“Os Açores não são só 'birdwatching' [observação de pássaros] e 'whale wathching' [observação de cetáceos]. Se calhar podemos ser também um 'cow-watching' [observação de vacas]”, brincou.

“Acho que há interesse de quem vem de longe ver uma realidade diferente do que tem na sua área de residência. Não estamos à espera que entrem pelas explorações grandes grupos de turistas, mas é um caminho que se poderá fazer e será futuramente uma pequena fonte de rendimento das explorações, e também é uma forma de divulgarmos os nossos produtos além-fronteiras”, acrescentou.

Para Anselmo Pires, as visitas às explorações podem também ajudar a dar a conhecer o trabalho dos agricultores açorianos, não só na produção de leite e laticínios, mas na manutenção das paisagens, que são um dos principais atrativos turísticos das ilhas.

“O turista irá sair da exploração com uma ideia completamente diferente do que é a nossa realidade e dos benefícios que fazemos no nosso meio ambiente. Não é à toa que os agricultores são considerados os jardineiros dos Açores, porque se não fossem os agricultores os Açores não tinham a divulgação que têm”, frisou.

Na página da “Rota do Leite e do Queijo” (https://rotadoleiteedoqueijo.pt/), já disponível na Internet, é possível agendar visitas a oito explorações agrícolas na ilha Terceira, incluindo duas com queijaria, através de três agentes turísticos certificados.

A iniciativa foi desenvolvida pelo município de Angra do Heroísmo em parceria com a Fundação de Ensino Profissional da Praia da Vitória e admite a adesão de mais explorações ou agentes turísticos.

“Este é um projeto importante para a nossa ilha, pois constitui mais uma oferta a nível turístico agropecuário, que possibilita a quem nos visita um contacto direto com uma das nossas principais atividades económicas, a agricultura, promovendo a produção local de laticínios, valorizando a tradição e o conhecimento dos produtores da ilha”, apontou a vereadora da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, Fátima Amorim, citada em comunicado de imprensa. 



PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados