Açoriano Oriental
Adeptos assobiam equipa do FC Porto e plantel regressa para falar com as claques

O final do encontro de futebol entre FC Porto e Desportivo das Aves terminou com a vitória 4-0 dos portistas, no entanto, os adeptos assobiaram a equipa por não ter feito o habitual agradecimento no final.


Foto:
Autor: AO Online/ Lusa

A claque portista, que no último jogo em casa do Rio Ave, e no qual o FC Porto empatou 2-2, mostrou o seu desagrado nesse momento de agradecimento com assobios e tentou redimir-se dessa atitude no final do jogo de sábado, mostrando duas tarjas onde se podia ler "Adoramos quem odeia perder" e logo de seguida "Sérgio és um dos nossos".

No entanto, o plantel do FC Porto, ao invés de se deslocar para junto da claque para fazer o habitual agradecimento, foi para o meio-campo para fazer a roda.

Na altura em que saíram do relvado, jogadores e equipa técnica foram assobiados pela atitude.

Depois disso, as bancadas das claques mantiveram-se cheias, os adeptos recusaram-se a sair do estádio e ficaram durante quase cerca de 30 minutos a cantar: "O Porto é nosso e há-de ser. O Porto é nosso até morrer."

Ao fim desse tempo, Sérgio Conceição e o plantel regressaram ao relvado e foram para junto dos adeptos. O capitão Herrera, com um megafone, passou a mensagem da equipa garantindo que o grupo vai dar tudo nestes últimos jogos e na final da Taça de Portugal. Sérgio Conceição também falou e, aparentemente, os ânimos serenaram.

Em conferência de imprensa após o jogo, Sérgio Conceição recusou-se a dar qualquer tipo de explicação, dizendo apenas: "Normalmente quando temos problemas em casa, não vimos para fora contar o que se passa. Os problemas da família ficam em família. Há um sentimento comum de gosto e paixão pelo FC Porto, e, por vezes, acontecem alguns problemas como em qualquer família."


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.