Literatura

"A viagem do elefante" em três tabelas de livros mais vendidos

 "A viagem do elefante" em três tabelas de livros mais vendidos

 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   26 de Dez de 2008, 14:21

Provavelmente o livro de ficção mais vendido em Portugal nas últimas semanas, "A viagem do elefante", de José Saramago, está também nos tops de vendas de dois países latino-americanos: em primeiro lugar na Argentina e em terceiro na Colômbia.
Estes dados foram difundidos esta sexta-feira pela agência Efe.

    Em Espanha, e ainda segundo a agência noticiosa espanhola, o livro não consta dos primeiros lugares da tabela dos mais vendidos. Mas o mesmo acontece com autores espanhóis - nenhum lá está.

    O grande líder do top é um sueco, Stieg Larsson, com dois títulos - "Los hombres que no amaban a las mujeres" e "La chica que soñaba com una cerilla y un bidón de gasolina", já traduzidos em Portugal pela Oceanos("Os homens que odeiam as mulheres" e "A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo", respectivamente).

    Tops à parte, noticia hoje o jornal El Pais na sua página online que o romance de José Saramago já vendeu mais de 100.000 exemplares em Espanha em apenas três semanas.

    Uma outra nota ressalta das listas dos mais vendidos: o recém-publicado, e já traduzido em Portugal, "Contos de Beedle, o Bardo", de J.K. Rowling, a autora da multimilionária saga de Harry Potter, não está, para já, comprovadamente, a ter o mesmo êxito das histórias do menino mago.

    Em 11 tops possíveis - os da Alemanha, Argentina, Brasil, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, México, Portugal e Reino Unido - o livro consta de apenas um, o francês. Mas em posição de destaque porque o lidera, deixando para trás na corrida nomes como Stefan Zweig e o recentemente nobelizado Le Clézio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.