Explorer

154 passageiros resgatados foram acolhidos em bases na Antárctica


 

Lusa / AO online   Internacional   24 de Nov de 2007, 10:54

Os 154 passageiros evacuados do Explorer, depois deste ter chocado com um icebergue ao largo das costas do Chile e da Argentina, foram acolhidos em bases militares dos dois países, indicaram os media locais.
    Os 100 passageiros e 54 membros da tripulação do navio cruzeiro MV Explorer desembarcaram provisoriamente nas bases chilena Eduardo Frei, da Força Aérea chilena, e na base uruguaia de Artigas, cerca das 21:30, com a ajuda das forças armadas chilenas.

    Os ocupantes do barco esperam agora ser transferidos para Punta Arenas, o grande porto continental chileno do sul.

    As autoridades marítimas chilenas indicaram mais cedo que o Explorer se encontrava ao largo da ilha do Rei George na Antárctica e não podia acostar devido ao mau tempo.

    O Explorer, que efectua cruzeiros na Antárctica, atingiu sexta-feira um iceberg e começou a afundar-se.

    Todos os passageiros foram evacuados para o navio norueguês Nordnorge.

    “O Nordnorge chegou à Bahia Fildes, na ilha do Rei George às 13:20 (16:20 em Lisboa)”, indicaram as autoridades em comunicado.

    “As condições meteorológicas desfavoráveis, com rajadas de vento de 20 nós e queda de neve, impedem o desembarque dos passageiros”, revelaram na altura as autoridades.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.