1 milhão de euros para promover Portugal

1 milhão de euros para  promover Portugal

 

Lusa/AO Online   Economia   25 de Nov de 2009, 19:06

 O Turismo de Portugal e a TAP estão a investir um milhão de euros em publicidade no Brasil para promover Portugal enquanto destino turístico, anunciaram hoje as duas entidades.

A campanha, que visa publicitar Portugal em alguns dos principais meios da imprensa, Internet, TV e rádio brasileiros, teve início no dia 19 de Novembro e prolonga-se até final de Dezembro.

Os promotores esperam que a campanha, que adapta ao mercado brasileiro o conceito “Descubra um Portugal Maior”, seja vista por cerca de 22 milhões de pessoas.

O objectivo do Turismo de Portugal e da TAP é aumentar a notoriedade do destino Portugal, convidando os turistas brasileiros a descobrir a riqueza cultural, natural e patrimonial do país.

Entre Janeiro e Setembro deste ano, os turistas brasileiros geraram 446 mil dormidas em Portugal e, no ano passado, o Brasil foi o oitavo mercado mais importante para o turismo português, consolidando a sua posição no Top 10 das origens de turistas internacionais.

A TAP liga diariamente Portugal ao Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Natal, Fortaleza e Recife.

No ano passado, a companhia transportou mais de 617 mil passageiros à partida do Brasil e com destino ou passagem por Portugal. Nos dois sentidos, e no total das rotas do Brasil, a companhia transportou cerca de um milhão e 234 mil passageiros.

Este ano, e em termos acumulados até Outubro, a TAP regista uma quebra na rota para o Brasil de 7,6 por cento, mas segundo disse fonte oficial da transportadora à Lusa, "Novembro já deverá apresentar um crescimento de dois dígitos e Dezembro, provavelmente, também".

A acontecer esta recuperação, a TAP espera fechar 2009 "ao mesmo nível do ano passado" em termos de passageiros transportados nas rotas entre Portugal e o Brasil.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.