Cultura

Daniel Costa mostra Sábado a sua abordagem ao fado


 

Lusa/AO   Nacional   20 de Mar de 2009, 07:52

O pianista e vocalista Daniel Costa mostra sábado, na Casa da Música, no Porto, a sua abordagem original ao fado, que reflecte a sua trajectória estranha ao universo tradicional fadista, disse hoje à Lusa fonte da instituição.

Nascido em Londres, em 1989, filho de pai português e mãe italiana, Daniel Costa percorreu desde cedo géneros musicais como o jazz e a música clássica até encontrar as suas raízes.

O fado chegou mais tarde à vida de Daniel Costa já que, apesar de ouvir a avó a trautear diversas músicas de Amália na sua infância, o seu rumo era inicialmente outro.

Aos 13 anos, decidiu por curiosidade pesquisar as suas raízes lusitanas, que permaneciam distantes. Começou a ouvir pop e rock português, mas a busca de algo mais autêntico fez com que se interessasse rapidamente pelo fado.

A profundidade das letras e os “jeitos” do fado fizeram com que Daniel se identificasse com os testemunhos de vários fadistas, passando, também, a divulgar este seu novo interesse junto dos seus amigos e de públicos variados, em Inglaterra e França.

O som das guitarras era adaptado ao piano de uma forma muito pessoal, arquitectando uma ligação entre os CDs que ouvia e as aulas de piano.

Em Setembro 2007, Daniel mudou-se para Portugal, fixando residência no Porto.

Passou os últimos anos a cantar e a aprender sobre esta “estranha forma de vida”, desenvolvendo a sua forma de comunicar e partilhar o fado, inseparável do piano, onde coexistem as fortes influências e a vontade de traçar o seu próprio estilo.

Daniel Costa estará acompanhado neste concerto, inserido no ciclo "Concertos ao Meio-Dia", por Mário Henriques, em guitarra portuguesa e Manuel Reis, em viola de fado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.