Dias 9 e 10 de agosto

XV Festival Internacional de Folclore do Porto Formoso

XV Festival Internacional de Folclore do Porto Formoso

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   7 de Ago de 2019, 19:00

O Grupo Folclórico de Nossa Senhora da Graça do Porto Formoso, leva cabo nos dias 9 e 10 de agosto, o XV Festival Internacional de Folclore do Porto Formoso.

A edição deste ano, realizada em parceria com o FOLK AZORES, criado pelo COFIT, contará com a presença dos “El Grupo de Cantos y Danzas Folclóricas CHAMAL”, do Chile, bem como o Rancho Folclórico da Casa do Povo do Livramento e o Grupo Folclórico das Camélias, das Furnas. Este ano o tema do Festival será os Jogos Tradicionais.


O Festival terá início sexta-feira, 9 de agosto, pelas 21 horas, no largo Hintze Ribeiro, em frente à Câmara Municipal da Ribeira Grande, onde irá decorrer uma batalha de dança, desafiando músicas e coreografias na tentativa de um enlace multicultural.


No sábado, 10 de agosto pelas 20 horas, no Porto de Pescas do Porto Formoso, toda a população e visitantes poderão saborear Porco no Espeto. No decorrer do evento estarão também disponíveis algumas barracas de comes e bebes onde se poderá encontrar malassadas frescas.


Pelas 21 horas dar-se-á início ao Festival com a presença dos grupos participantes.


Refira-se que o grupo internacional que provém de Santiago do Chile, foi criado em 1968 e hoje é formado por estudantes e empregados de distintas profissões. Já percorreu vários sítios da Europa e América, participou nos mais importantes festivais de Folclore do seu país, gravou 8 discos e é o único grupo de cantos e danças que recebeu um Disco de Platina, em 1980. Com os seus cantos e danças, são aplaudidos e elogiados pela forma como mostraram a cultura chilena, nomeadamente, a cultura do Arquipélago de Chiloé.


Por seu turno, o Grupo Folclórico de Nossa Senhora da Graça do Porto Formoso, foi fundado em 1998, é constituído hoje por cerca de 50 elementos, com idades entre os 10 e os 65 anos e tem participado em vários concertos musicais e realizado atuações em eventos culturais, unidades hoteleiras, a bordo de cruzeiros, e um pouco por toda a ilha de São Miguel e continente português, nomeadamente Coimbra, Castelo Branco e Lisboa.


A última digressão foi em 2018, no XXIII Encontro de Folclore em Santa Cruz, na ilha da Madeira.


Em 2016 representou Portugal no Festival Mondial des Cultures de Drummondville, no Canadá. E de forma a perpetuar a tradição, lançou o seu 1º CD que reúne os principais temas do seu reportório.


Em 2014 participou no 30º Festival Internacional de Folclore dos Açores, realizado pelo COFIT.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.