Venezuela organiza cimeira de agências anti-droga

Venezuela organiza cimeira de agências anti-droga

 

Lusa/AO Online   Internacional   29 de Dez de 2008, 16:33

A Venezuela organizará pela primeira vez em 2009 uma cimeira de chefes das agências anti-droga dos países da América Latina e Caraíbas, anunciou hoje o director do Gabinete Nacional Anti-drogas (ONA) venezuelano, Néstor Reverol.
    “Por decisão unânime, a Venezuela será a sede da 19ª conferência de chefes anti-drogas da América Latina e Caraíbas. É a primeira vez que no estado venezuelano se fará uma cimeira anti-drogas”, disse Néstor Reverol, indicando que a reunião decorrerá na Ilha de Margarita.

    Sem avançar pormenores sobre a eventual participação de representantes de países com os quais a Venezuela tem acordos de cooperação bilateral na luta anti-drogas, entre eles Portugal, o responsável precisou que a cimeira deverá realizar-se em Setembro de 2009.

    Néstor Reverol falava aos jornalistas na apresentação do balanço anual das actividades do ONA, em que salientou que “o último relatório das Nações Unidas estabelece que a Venezuela é um dos países nos primeiros lugares das maiores apreensões de drogas do mundo, sendo um país de trânsito”.

    De acordo com números apresentados por Néstor Reverol, em 2008 foram confiscadas mais de 54 toneladas de drogas e mais de um milhão de toneladas de substâncias químicas, foram destruídos 10 laboratórios e várias pistas não autorizadas que eram usadas por cartéis de droga.

    Em 14 de Dezembro o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou a disposição de voltar a colaborar com a Agência Anti-drogas dos Estados Unidos (DEA), uma cooperação que foi suspendida em Agosto de 2006 e levou várias vezes a Casa Branca a acusar Caracas de “falhar” no combate ao narcotráfico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.