Vendas de telemóveis caem pelo oitavo trimestre consecutivo e prolongam-se em 2013

Vendas de telemóveis caem pelo oitavo trimestre consecutivo e prolongam-se em 2013

 

Lusa/AO online   Economia   12 de Dez de 2012, 11:01

As vendas de telemóveis caíram pelo oitavo trimestre consecutivo em termos homólogos, recuando 18% no terceiro trimestre deste ano, uma queda que deverá prolongar-se no próximo ano, revela um estudo da consultora IDC.

Segundo o estudo "IDC European Mobile Phone Tracker", os portugueses compraram 1,13 milhões de telemóveis no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 18% face ao mesmo período do ano passado, com o segmento de 'smartphones' a representar 40% das vendas totais (percentagem inferior à registada no segundo trimestre de 2012).

No terceiro trimestre deste ano, as vendas de telefones tradicionais caíram 32%, ou seja, foram vendidas menos 679 mil unidades face ao período homólogo, ao contrário do que aconteceu com os 'smartphones', cujas vendas subiram 21%, para 451 mil unidades.

Já em termos trimestrais verifica-se um aumento das vendas de telemóveis 4,7% face ao segundo trimestre de 2012.

"O terceiro trimestre foi o pior período de vendas de verão de sempre no mercado de telemóveis em Portugal, devido à forte queda do segmento dos telefones tradicionais e à contração da procura no segmento de 'smartphones'", frisa o responsável europeu de 'research' da área de telefones móveis da IDC, Francisco Jerónimo.

O responsável sublinha contudo que "o mercado beneficiou de um ligeiro aumento na procura" quando comparado com o trimestre anterior, tendo-se verificado no mesmo período "uma maior compra de telefones tradicionais por parte dos emigrantes portugueses, que precisam de estar contactáveis durante as férias em Portugal".

A IDC prevê que a venda de telemóveis "vai manter-se sem sinais de crescimento significativos num futuro próximo".

"Estima-se que as vendas continuem em queda até ao final do ano e, também, durante o ano de 2013", acrescenta a consultora, afirmando que "a sustentar o mercado continuam os telefones de baixo preço e as novidades na gama alta, em especial os telefones da Apple e da Samsung".

No terceiro trimestre deste ano, a Samsung lidera o mercado de telemóveis em Portugal com uma quota de mercado de 39%, seguindo-se a Nokia com 29% e a TMN com 5%, segundo o estudo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.