Indústria automóvel

Vendas da General Motors na Rússia cresceram 60 por cento


 

Lusa/AO online   Economia   26 de Ago de 2008, 11:40

   A General Motors aumentou as suas vendas na Rússia 60 por cento no primeiro semestre deste ano, face ao mesmo período de 2007, totalizando 181.138 viaturas, anunciou o produtor automóvel.
 Na primeira metade de 2008, as vendas do modelo Opel no mercado russo duplicaram, as do Saab aumentaram 81 por cento, as do Chevrolet 49 por cento, as do Cadillac 51 por cento e as do todo-o-terreno Hummer 22 por cento.

    Em toda a Europa de Leste, as vendas da General Motors cresceram, em idêntico período, 58 por cento e totalizaram 220.400 veículos.

    A Rússia, com 2,7 milhões de viaturas, foi o quarto maior mercado na Europa em 2007, a seguir à Alemanha (3,5 milhões) e ao Reino Unido e Itália (ambos com 2,8 milhões) e depois da França (2,6 milhões) e Espanha (1,9 milhões).

    As previsões para 2009 apontam para que a Rússia passe para o primeiro lugar da lista, com 3,9 milhões de veículos, seguida da Alemanha (3,8 milhões), Reino Unido e França (ambos com 2,6 milhões), Itália (2,5 milhões) e Espanha (1,7 milhões).

    No mercado russo há uma média de 201 automóveis particulares por cada mil pessoas, face a a 324 veículos nos países da União Europeia.

    Entre 2004 e 2007, a General Motors obteve na Rússia um crescimento de 390 por cento.

    De futuro, os modelos Chevrolet Captiva, Chevrolet Cruze e Opel Antara serão produzidos numa nova fábrica que a multinacional está a construir em Shuhary, nos arredores de São Petersburgo, num investimento de 90 milhões de euros.

    No total, serão fabricados anualmente 75 mil automóveis.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.