Vasco Cordeiro diz que decisão de Carlos César "dignifica e prestigia" a política

Vasco Cordeiro diz que decisão de Carlos César "dignifica e prestigia" a política

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Jul de 2019, 09:07

Vasco Cordeiro considerou que a decisão de Carlos César de não integrar as listas do PS como deputado nas próximas eleições legislativas “dignifica e prestigia” o líder parlamentar socialista e “a atividade política”.

Para o sucessor de Carlos César na presidência do Governo dos Açores e na liderança da estrutura regional do partido, esta é “uma decisão que dignifica e prestigia o próprio Carlos César”, assim como “a atividade política”, e “constitui mais um exercício de lucidez na forma como encara e tem encarado a sua atividade política mais intensa”.

Vasco Cordeiro, que falava depois de ter recebido em audiência o coordenador regional do PCP/Açores, Marco Varela, elogiou o papel do seu antecessor nas “transformações profundas que reconfiguraram, não apenas a nossa região do ponto de vista económico, do ponto de vista social, mas até do ponto de vista da nossa autonomia”.

O presidente do Governo dos Açores destacou o trabalho de Carlos César como líder do grupo parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República pelo “facto de ser um elemento fundamental para que se concretizasse este grande objetivo de restaurar, do ponto de vista social e do ponto de vista económico, o nosso país”.

Carlos César anunciou esta terça-feira que não voltará a ser candidato a deputado nas próximas eleições legislativas, dizendo que a sua opção estava tomada desde 2015 e contribuiu para a renovação política.

"Não serei candidato a deputado pelo círculo eleitoral pelos Açores, nem por qualquer outro círculo eleitoral, até porque sou um incorrigível açoriano", declarou.

O socialista alegou a necessidade de renovação política do PS "após 40 anos de empenhamento político e cívico".

A lista de candidatos pelo círculo eleitoral dos Açores às legislativas será discutida este sábado, em comissão política regional.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.