Açoriano Oriental
Tufão nas Filipinas pode ter afetado até quatro milhões de crianças
A Unicef estimou domingo que até quatro milhões de crianças podem ter sido afetadas, nas Filipinas, pelo tufão Haiyán, que terá feito, segundo as autoridades, mais de dez mil mortos.
Tufão nas Filipinas pode ter afetado até quatro milhões de crianças

Autor: Lusa/AO online

 

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) indicou, em comunicado, que está a acelerar o envio de provisões de urgência para as zonas mais afetadas pelo furacão, que atingiu as Filipinas na quinta-feira.

Contudo, "chegar às zonas mais afetadas é muito difícil" porque "os acessos estão limitados devido aos estragos causados pelo tufão nas infraestruturas e comunicações", admitiu na nota o chefe da delegação da Unicef das Filipinas, Tomoo Hozumi.

A Unicef adiantou que providenciou alimentos para crianças, bem como água e material higiénico-sanitário para três mil famílias, que serão distribuídos, assim que os acessos o permitirem, na zona de Tacloban, capital devastada da província de Leyte.

Material avaliado num milhão de euros, incluindo sabão, pastilhas purificantes de água, suplementos nutritivos, mantas e medicamentos, começou a ser enviado, por avião, a partir de Copenhaga, na Dinamarca.

Guardado num armazém da Unicef, o material permitirá ajudar mais dez mil famílias, nomeadamente os afetados por um recente terramoto na zona de Bohol.

A Unicef alertou ainda para o aumento dos riscos de as crianças caírem em redes de tráfico de menores, lembrando que os mais pequenos necessitam de "espaços seguros e protegidos para brincar e retomar os seus estudos".

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.