Três principais capitais brasileiras vão ter segunda volta para a presidência das Câmaras


 

Lusa/AOonline   Internacional   6 de Out de 2008, 11:17

As três maiores capitais brasileiras vão realizar uma segunda volta para a presidência das Câmaras, no próximo dia 26 de Outubro, segundo os primeiros resultados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Em São Paulo, a maior cidade brasileira, com 8,2 milhões de eleitores, a segunda volta será disputada entre a antiga prefeita Marta Suplicy (2000-2004) e o actual prefeito Gilberto Kassab.

    Marta Suplicy, do Partido dos Trabalhadores (PT), tem o apoio de Lula da Silva, que participou de vários actos de campanha a pedir votos para a ex-prefeita.

    Gilberto Kassab, do Partido Democratas, por seu turno, é apoiado pelo governador de São Paulo, José Serra, um dos prováveis candidatos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a presidente, em 2010.

    No Rio de Janeiro, a segunda-volta será disputada entre os candidatos Eduardo Paes, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), e Fernando Gabeira, do Partido Verde.

    Em Belo Horizonte, a terceira maior capital brasileira, o candidato Marcelo Lacerda, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), disputará a segunda volta com o candidato do PMDB, Leonardo Quintão.

    Números do TSE indicam ainda a reeleição dos prefeitos de capitais como Vitória, João Coser (PT), de Curitiba, Beto Richa (PSDB), e de Palmas, Raul Filho (PT).

    Nas capitais de Aracaju e de Campo Grande os prefeitos Edvaldo Nogueira, do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), e Nelsinho Trad (PMDB), respectivamente, também foram reeleitos.

    Também conquistaram mais um mandato de quatro anos os prefeitos das capitais de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), e de Maceió, Cícero Almeida, do Partido Progressista (PP).

    As capitais de Salvador, Florianópolis, Belém e Macapá também vão realizar uma segunda volta, com os dois candidatos mais votados nesse domingo, segundo informações do TSE.

    Em todo o Brasil, foram realizadas eleições nesse domingo para 5.563 presidentes de câmaras e 52.137 vereadores, num total de mais de 400.000 candidatos e 130 milhões de eleitores.

    O resultado final das autárquicas em todo o Brasil deverá ser divulgado segunda-feira pelo TSE.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.