Açoriano Oriental
Epidemia
Três novos casos de Ébola no Uganda
Três novos casos presumíveis de infecção por uma nova variante do vírus da febre hemorrágica Ébola, que já fez 18 mortos no oeste do Uganda, foram contabilizados segunda-feira, indicaram os responsáveis ugandeses, que evocam uma propagação alarmante.

Autor: Lusa / AO online
“Três pessoas foram admitidas hoje, elevando o total (das admissões de quarentena) para 64”, afirmou Samuel Kazinga, comissária do distrito de Bundibugyo, perto da fronteira com a República Democrática do Congo (RDC).

Pelo menos 18 pessoas sucumbiram nesta região do Uganda nos últimos dias, onde a situação sanitária é agravada pela fuga de médicos que temem ser infectados.

Uma equipa de peritos do laboratório do Centro de Controlo e de Prevenção de doenças de Atlanta (CDC, Estados Unidos), que revelou a epidemia graças às suas análises, deve chegar hoje ao Uganda.

Sexta-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que a variante do vírus é nova, “com características e sintomas diferentes”.

Uma epidemia da febre Ebola, doença muito contagiosa e mortal em 50 a 90 por cento dos casos, matou pelo menos 173 pessoas no norte do Uganda em 2000.

Os sintomas do vírus Ebola são um estado febril e dores musculares, seguidas de vómitos, de diarreias e de hemorragias internas.

Mas, segundo as primeiras informações obtidas no terreno, esta nova variante parece provocar a morte dos doentes por febres fortes, mais do que pela hemorragia.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.