Tibério Dinis apela à mobilização da comunidade para manter dinamismo das sociedades filarmónicas

Tibério Dinis apela à mobilização da comunidade para manter dinamismo das sociedades filarmónicas

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   10 de Dez de 2018, 15:21

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, apelou, no passado sábado, “a todos os sócios das Sociedades para que continuem mobilizados” e para que “prossigam com o meritório trabalho que tem vindo a ser desenvolvido”, perspetivando “o futuro a médio e longo prazo” para evitar “novos momentos de incógnita” na coletividade.

Tibério Dinis, que falava na sessão solene comemorativa dos 71 anos da Sociedade Progresso Lajense (mais conhecida como Sociedade Nova das Lajes), enalteceu “o espírito e um sentimento sublime que mobiliza” todos aqueles que têm levado a instituição para frente, lembrando que muito recentemente a Sociedade passou por momentos difíceis.


Citado em nota de imprensa, o autarca começou por "felicitar os atuais órgãos sociais e a direção presidida por Ricardo Martins, que tomou posse num período muito difícil desta coletividade, depois de um período de muitas incógnitas, em que todos ficamos sem saber se a casa ia fechar ou continuar aberta. Pela vossa coragem, atitude e determinação, arregaçaram as mangas, reuniram um grupo alargado de pessoas e têm desenvolvido um trabalho meritório que deve ser enaltecido”.


Tibério Dinis lançou um apelo “a todos os sócios e amigos” da Sociedade: “Todos os sócios e todos os que gostam da Sociedade Nova das Lajes têm que ter presente que é fundamental que, daqui a dias, quando houver os momentos decisórios para o futuro da Instituição, todos têm que estar mobilizados. As associações hoje são diferentes do que eram do passado e as nossas vidas também são diferentes daquilo que foram no passado. Todavia, não se pode deixar que a história das nossas coletividades, que é a história das nossas freguesias e vila, que é a nossa história enquanto sociedade organizada em comunidade termine apenas por falta de motivação e de mobilização das pessoas”.


“Naturalmente há que continuar de forma diferente, mas é fundamental que continue esta mística. É fundamental que haja um pensamento de médio e longo prazo para estas instituições. Por isso, apelo a que todos os sócios se mobilizem, para que 2019 possamos estar novamente aqui todos reunimos a festejar todo este espírito”, finalizou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.