Telefónica confirma ao regulador espanhol nova oferta

Telefónica confirma ao regulador espanhol nova oferta

 

Lusa/AO Online   Economia   2 de Jun de 2010, 08:18

A Telefónica confirmou hoje ao regulador do mercado espanhol a nova oferta de 6,5 mil milhões de euros pela compra da participação que a Portugal Telecom detém na brasileira Vivo.

Na nota remetida à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), a Telefónica refere que se trata de uma oferta “vinculativa e incondicional” para a aquisição dos 50 por cento do capital social da Brasilcel detido pela PT.

Essa sociedade, detida em partes iguais pela PT e pela Telefónica, controla cerca de 60 por cento do capital social da Vivo.

Se a operação avançar, a Telefónica coloca-se como líder do mercado brasileiro por receitas e EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Teria um universo de 54 milhões de clientes móveis e quase 15,3 milhões de clientes da Telesp, a operadora de telefones fixos e ADSL.

A nova oferta da Telefónica foi analisada pelo Conselho de Administração da PT na terça feira, numa reunião de urgência, que “entendeu que a oferta não reflete o valor estratégico deste ativo para a Telefónica”.

No entanto, a PT solicitou a convocação de uma assembleia geral de acionistas para decidir se vende ou não a sua participação na brasileira Vivo.

Mandatou ainda “o presidente do conselho de administração [Henrique Granadeiro], o presidente da comissão executiva [Zeinal Bava] e o administrador com o pelouro financeiro para, em conjunto, discutirem a oferta com a Telefónica até à realização da referida assembleia geral”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.