Liga Sagres

Sporting regressa às vitórias com bis de Liedson no Bonfim

Sporting regressa às vitórias com bis de Liedson no Bonfim

 

Lusa/AO online   Futebol   7 de Dez de 2009, 21:00

 Dois golos de Liedson frente ao Vitória de Setúbal garantiram hoje o regresso do Sporting aos triunfos (2-0), em jogo da 12ª jornada da Liga de futebol, disputado no estádio do Bonfim, em Setúbal

O Sporting adiantou-se no marcador aos 05 minutos, numa jogada de contra-ataque, com Matias Fernandez a isolar Liedson e o luso-brasileiro a corresponder com um remate colocado, depois de ter marcado plea última vez no campeonato na quarta jornada.

Na segunda parte, o internacional português aproveitou uma desconcentração de Nuno Santos, que pensou que o jogo estava interrompido e ofereceu-lhe a bola para o segundo golo, aos 88, quando o Vitória estava reduzido a 10, por expulsão de André Pinto, aos 65 minutos.

Poucos dias depois de ter mostrado algum desconforto com o sistema de jogo de Carlos Carvalhal, Liedson acabou por voltar aos golos num jogo em que o Sporting voltou a evidenciar grande falta de competitividade e uma gritante falta de soluções ofensivas.

Mesmo sem fazer um grande jogo, o Sporting era a equipa com sinal mais no Bonfim, mas o Vitória de Setúbal conseguiu responder com perigo aos 19 minutos, na sequência de um cruzamento largo de Alan, com Keita a rematar de cabeça a proporcionar boa defesa a Rui Patrício.

Pouco depois o mesmo Keita conseguiu marcar, mas o lance foi bem anulado pelo árbitro auxiliar, por fora-de-jogo do ponta-de-lança do Vitória de Setúbal.

O Vitória de Setúbal respondia como podia, deixando perceber uma boa evolução face ao que tinha sido o comportamento da equipa nos primeiros jogos do campeonato, mas não revelava capacidade para surpreender o guarda-redes Rui Patrício.

Ao intervalo, o treinador do Sporting trocou Izmailov, tocado, pelo jovem Pereirinha, que este perto de marcar aos 52 minutos, desviando bem a bola do guarda-redes Nuno Santos, mas com o defesa sadino Zoro a conseguir anular o lance.

O Vitória de Setúbal respondeu aos 55 minutos por Djikiné, com um remate portentoso de fora da grande-área, mas com o guarda-redes Rui Patrício, a responder de novo com uma grande defesa.

O jogo ficou praticamente decidido pouco depois, com duas faltas consecutivas de André Pinto que lhe valeram outros tantos cartões amarelos e o respectivo vermelho.

Com mais uma unidade em campo, adivinhava-se um Sporting mais atrevido, mas a preocupação dos jogadores 'leoninos' em não correrem o risco de sofrer o golo da igualdade, retiraram qualquer motivo de interesse ao resto da partida.

O Vitória de Setúbal já não tinha capacidade para reagir e o Sporting refugiava-se no golo solitário de Liedson, que valia os três pontos.

Quando já ninguém esperava, o guarda-redes do Vitória de Setúbal pensou que o árbitro tinha assinalado um fora-de-jogo e ofereceu a bola a Liedson, que não se fez rogado e marcou o segundo e último golo noite, colocando o resultado final em 2-0.

No jogo do Bonfim salvaram-se as boas prestações dos jogadores do Sporting Rui Patrício, com duas defesas de grande nível, e Liedson, que marcou dois golos que ditaram o resultado final, bem como a arbitragem exemplar de Elmano Santos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.