Trabalho

Sócrates admite reforma das leis laborais

Sócrates admite reforma das leis laborais

 

Lusa/AO online   Economia   7 de Dez de 2010, 11:05

O primeiro-ministro, José Sócrates, admitiu esta terça-feira uma reforma das leis laborais, mas remeteu para os “próximos dias” mais pormenores.
Questionado se admite ou não uma reforma das leis laborais, o primeiro-ministro começou dizer que há ainda “muitas ocasiões para falar disso”, mas acabou por reconhecer que admite essa reforma.

“Já respondi nos últimos quinze dias a essa pergunta várias vezes, já disse que nós iríamos fazer uma agenda para o crescimento, temos reuniões marcadas com vários parceiros sociais. Portanto, a resposta é sim e esperarão pelos próximos dias para saberem mais pormenores”, afirmou.

José Sócrates falava aos jornalistas à margem da apresentação do relatório PISA 2009, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE), que decorreu na Gulbenkian, em Lisboa.

O relatório PISA 2009 testa os conhecimentos dos alunos de 15 anos nas áreas de leitura, matemática e ciências.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.