Açoriano Oriental
Roland Garros
Sinner com Alcaraz nas 'meias', Gauff e Swiatek reeditam 'braço de ferro'

O tenista italiano Jannik Sinner, que na próxima semana assumirá a liderança do ranking ATP, vai estrear-se nas meias-finais de Roland Garros diante de Carlos Alcaraz, enquanto Iga Swiatek e Coco Gauff vão reeditar novo 'braço de ferro'.

Sinner com Alcaraz nas 'meias', Gauff e Swiatek reeditam 'braço de ferro'

Autor: Lusa/AO Online

O dia de hoje em Paris ficou marcado pela desistência do sérvio Novak Djokovic, atual número um do mundo, com uma lesão no joelho direito, contraída no encontro dos oitavos de final frente ao argentino Francisco Cerundolo, que viria a vencer em cinco sets.

Além da desistência, segundo a organização com “uma lesão do menisco medial do joelho direito”, revelada numa ressonância magnética, Djokovic cedeu a qualificação para a fase seguinte do 'major' francês ao norueguês Casper Ruud e abriu a porta à ascensão de Sinner, número dois do mundo, ao topo da hierarquia ATP.

“Que posso dizer? É o sonho de todos os jogadores tornarem-se número um do mundo. Por outro lado, é dececionante ver o Novak retirar-se na prova. Desejo-lhe uma rápida recuperação”, frisou o italiano.

Já depois de ‘promovido’ a número um mundial aos 22 anos, o transalpino venceu o 12.º encontro consecutivo em torneios do Grand Slam, após conquistar o Open da Austrália em janeiro e de superar hoje o búlgaro Grigor Dimitrov (10.º ATP) em três sucessivos sets, com os parciais de 6-2, 6-4 e 7-6 (7-3).

“Estou muito feliz. Já tínhamos jogado algumas vezes e sabia o que esperar. Jogámos a final em Miami e é sempre duro jogar contra ele. Ele é um jogador muito talentoso e um bom rapaz. A minha exibição foi muito sólida, especialmente nos dois primeiros sets. Senti alguma pressão quando servi para o encontro, mas é normal. Estou contente pela forma como joguei e por estar nas meias-finais”, confessou Sinner.

Garantido o triunfo ao fim de duas horas e 30 minutos e uma vaga, pela terceira vez na carreira, entre os quatro finalistas de um 'major', após Wimbledon em 2023 e o Open da Austrália, Jannik Sinner vai agora defrontar o espanhol Carlos Alcaraz, número três mundial.

A encerrar a sessão noturna no court Philippe-Chatrier, o tenista de Múrcia bateu o grego Stefanos Tsitsipas (9.º ATP), vice-campeão em 2021, um ano após atingir as meias-finais pela primeira vez, por 6-3, 7-6 (7-3) e 6-4.

Além de ter alcançado o sexto triunfo frente ao helénico, repetindo a vitória nos quartos de final de Roland Garros há um ano, o campeão do Open dos Estados Unidos de 2022 e de Wimbledon de 2023 vai lutar agora por um lugar na terceira final de um 'major'.

Na competição feminina, a líder do ranking WTA, a polaca Iga Swiatek, voltou a dar mais um passo firme rumo à defesa do título parisiense, ao assinar mais uma exibição autoritária frente à checa Marketa Vondrousova (6.ª WTA), que acabou derrotada por 6-0 e 6-2, em uma hora e dois minutos.

A próxima adversária da detentora de quatro títulos do Grand Slam (Roland Garros em 2020, 2022 e 2023 e Open dos Estados Unidos em 2022) será a norte-americana Coco Gauff, que eliminou nos quartos de final a tunisina Ons Jabeur (9.ª WTA), pelos parciais de 4-6, 6-2 e 6-3, ao cabo de uma hora e 57 minutos.

O duelo entre Iga Swiatek, de 23 anos, e a jovem norte-americana, três anos mais jovem, será o 12.º encontro entre ambas, que inclusivamente discutiram a final na catedral da terra batida em 2023. No confronto direto, a polaca está em vantagem (10-1).

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados