Açoriano Oriental
Covid-19
Sindicato de jogadores defende adiamentos para proteger “integridade” das provas

O Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) defendeu o adiamento dos jogos que envolvam equipas limitadas por casos de infeção com o novo coronavírus, de forma a salvaguardar a "integridade da competição".

Sindicato de jogadores defende adiamentos para proteger “integridade” das provas

Autor: Lusa/AO Online

Em comunicado, o SJPF recordou o que sucedeu na semana passada com o Cova da Piedade, que foi punido com uma derrota administrativa por 3-0, por falta de comparência no jogo da II Liga, frente ao Estoril Praia, uma sanção que poderá vir a ser aplicada ao Moreirense, caso esteja impossibilitado de defrontar o Paços de Ferreira, no sábado, para I Liga.

"Tendo em conta o que aconteceu com o jogo do Cova da Piedade e se vislumbra acontecer agora com o Moreirense, pela gravidade do surto, justifica-se claramente o adiamento das partidas, na óbvia defesa da saúde, mas sobretudo da integridade da competição e igualdade de armas entre competidores", refere a nota do organismo.

Embora tenha "consciência de que a competição não pode, nem deve parar como um todo", perante o "avassalador número de casos que afeta o país", o SJPF defende "uma análise circunstancial dos problemas que afetam os competidores" no futebol nacional.

Ainda assim, o sindicato realçou "o comportamento exemplar e profissional que os jogadores têm mantido no cumprimento das normas aplicadas, ao abrigo do protocolo em vigor".

O Moreirense suspendeu, na terça-feira, os treinos, após ter detetado mais casos de infeção pelo novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, confirmou à Lusa fonte do clube da I Liga, tendo reportado a situação à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e à Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na sexta-feira passada, o jogo entre Estoril Praia e Cova da Piedade, da II Liga, não se realizou, uma vez que o Cova da Piedade faltou à partida, depois de o plantel da formação de Almada ter sido colocado em isolamento devido aos casos de covid-19.

Entretanto, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) atribuiu no seu sítio na Internet a vitória por 3-0 ao Estoril Praia, no encontro da oitava jornada do segundo escalão.

O plano de retoma das competições profissionais encara um caso de infeção por covid-19 como uma lesão e estabelece um número mínimo de sete jogadores, entre os quais um guarda-redes e um capitão, para a realização das partidas.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.