Polícia

Sindicato da PSP pede menos multas e as ausências possíveis ao trabalho na próxima semana


 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Set de 2011, 18:27

Os polícias vão ser desafiados pelo maior sindicato da PSP a passar menos multas e a faltar ao trabalho de forma legal na próxima semana, como protesto por o Governo não resolver os problemas da corporação.
O presidente da ASPP, Paulo Rodrigues, disse esperar que os polícias se envolvam no protesto de “forma agudizada”.

“Haverá com certeza a vontade fazer muita pedagogia” da parte dos elementos da PSP, com o “exagero na prevenção e o recuo na pressão” em que enquadram as multas, disse o dirigente no final de um encontro de sindicalistas da associação de todos os distritos do país e das regiões autónomas.

Na reunião foi ainda decidido propor aos efectivos da polícia que recorram a folgas que tenham em atraso, férias ou outros dias de descanso que ainda não tenham gozado como forma de não trabalharem entre 21 e 28 de Setembro, a que a ASPP chama a Semana da Indignação.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.