Seis casas em Santa Clara em "estado crítico"

Seis casas em Santa Clara em "estado crítico"

 

Lusa/AO Online   Regional   17 de Dez de 2008, 10:56

Seis moradias da segunda Rua de Santa Clara, na cidade de Ponta Delgada, encontram-se em "estado crítico", necessitando de uma "intervenção imediata", anunciou hoje o Governo açoriano, que mandou efectuar uma avaliação às residências.


    Numa nota, a secretaria regional do Trabalho e Solidariedade Social adianta que um relatório do Laboratório Regional de Engenharia Civil identificou vários casos que necessitam de realojamento, seis dos quais avaliados como habitação em estado crítico e com necessidade de intervenção imediata.

    O Governo açoriano adianta que contactou as seis famílias propondo-lhes o realojamento imediato na Covoada, "uma sugestão recusada pelos agregados", que alegaram "motivos familiares e de afastamento do núcleo urbano".

    Face à situação, a direcção regional da Habitação propôs o realojamento numa freguesia da periferia da cidade de Ponta Delgada, em função das habitações disponíveis e da avaliação das moradias que pertencem aos agregados em causa, um processo em curso, segundo o Governo açoriano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.