Economia

SATA admite redução de salários em Janeiro

SATA admite redução de salários em Janeiro

 

Lusa/AO online   Regional   24 de Dez de 2010, 12:40

A transportadora aérea açoriana SATA admitiu baixar os salários dos seus trabalhadores a partir de Janeiro, cumprindo as orientações previstas no Orçamento do Estado, mas aguarda instruções do Governo Regional sobre a matéria.
“O que se afigura como provável nesse domínio é o corte nos vencimentos dos trabalhadores com rendimentos mensais superiores a 1 500 euros” conforme o estabelecido no OE para o próximo ano, adiantou o porta-voz da companhia.

Segundo José Gamboa, a SATA aguarda porém indicações do accionista da transportadora, que é o Governo Regional, seguindo as orientações que venham a ser dadas às outras empresas do sector público regional, adiantou José Gamboa.

A Lusa apurou de fonte da eléctrica açoriana, EDA, que a esta empresa regional de capitais maioritariamente públicos também se prepara para cortar nos salários a partir de Janeiro.

O Parlamento açoriano confirmou esta semana uma norma inscrita no Orçamento Regional de 2011 que prevê a atribuição de uma “remuneração compensatória” aos cerca de 3 700 funcionários açorianos com rendimentos entre os 1 500 e 2 000 euros destinada a impedir quebras nos seus rendimentos em consequência dos cortes salariais estabelecidos em sede de Orçamento do Estado.

A norma em causa, proposta pelo Governo Regional, esteve na base da decisão do Representante da República, José António Mesquita, de vetar politicamente o Orçamento Regional do próximo ano, que voltou a ser votado por maioria no Parlamento açoriano e terá agora de ser publicada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.