França

Sarkozy condena assassínio no Dubai


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Fev de 2010, 17:17

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, condenou esta segunda-feira a "execução" no Dubai de um chefe do movimento islâmico palestiniano Hamas, numa conferência de imprensa conjunta com o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas.
"É uma condenação inequívoca", declarou o presidente francês. Este género de acontecimento só pode atiçar a tensão e não leva a nada de positivo. A França é uma democracia, não podemos aceitar isto e não aceitamos", acrescentou.

"Quero dizer sem qualquer ambiguidade que a França condena todas as execuções (...), nada pode justificar estes métodos", insistiu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.