Crise financeira

Sarkozy apela à criação de fundos soberanos europeus

Sarkozy apela à criação de fundos soberanos europeus

 

Lusa/AOonline   Economia   21 de Out de 2008, 16:04

O presidente em exercício do Conselho da União Europeia, Nicolas Sarkozy, sugeriu a criação de fundos soberanos europeus para investir em empresas europeias afectadas pela crise financeira.
"Pode estar aqui a oportunidade para criarmos os nossos próprios fundos soberanos", disse Sarkozy, falando no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

    "Eu não queria ver os cidadãos europeus acordarem daqui a uns meses e descobrirem que uma companhia europeia pertence maioritariamente a investidores estrangeiros que compraram acções ao preço da chuva", afirmou.

    A medida proposta por Sarkozy pretende limitar a compra de acções das empresas europeias em dificuldades por parte de fundos soberanos de países em vias de desenvolvimento, aproveitando a "baixa de preços" e a necessidade de liquidez provocada pela crise.

    Em Itália, depois de a Líbia ter tomado 4,2 por cento do capital da Unicredit, o governo de Berlusconi propôs limitar a cinco por cento a compra de participações por parte de fundos soberanos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.