Arte

Roma vai ser a capital europeia da arte africana


 

Lusa / AO online   Internacional   18 de Nov de 2009, 17:20

Uma extensa mostra dedicada à arte criada nos últimos vinte anos no continente africano abre esta quarta-feira em Roma, onde ficará até 17 de Janeiro de 2010.
"África? Uma Nova História" pretende ser um quadro completo da criação artística de 19 países africanos, um objectivo ambicioso segundo o coordeador, André Magnin, "mas respeitando a singularidade de cada um dos artistas", 30 no total.

As visões pessoais destes artistas manifestam-se através de todos os tipo de arte, desde a pintura à escultura, as instalações e a banda desenhada.

São estilos diversos, que vão desde o surrealismo dos congoleses Chéri Samba e Pierre Bodo, à abstracção de "The Return of the Main Circus", do namibiano Herman Mbamba, ou o hiper-realismo de Chéri Chérin, até aos objectos imaginados de Abu Bakarr Mansaray, passando pelas maquetas de Bodys Isek Kingelez ou a arte com materiais recuperados da instalação "Roleta do Benim", de Romuald Hazoumé.

No entanto, entre toda esta variedade proveniente de culturas tão diversas, podem identificar-se motivos comuns na maioria dos artistas: o colorido intenso e um olhar irónico, que retrata com humor o mundo moderno.

Frédéric Bruly Bouabré, Chéri Chérin e Calixte Dakpogan são outros dos artistas presentes na mostra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.