Açoriano Oriental
Rocha da Relva com novas infraestruturas e informação científica

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, inaugurou este sábado o projeto de valorização da Rota da Rocha da Relva e o projeto do Orçamento Participativo de melhoramento de infraestruturas da fajã.

article.title

Foto: CMPD
Autor: AO Online

José Manuel Bolieiro congratulou-se com a “realização de uma ambição, fruto de um exercício de cidadania colocado em prática em conjunto com os órgãos autárquicos (Freguesia e Município) e com o projeto transnacional Ecotur".

Foi construída uma infraestrutura de apoio aos visitantes da Rocha da Relva com instalações sanitárias e um espaço próprio para merendas. Apresenta-se em forma de cabana e foi construída com recurso a madeira.

O município, de acordo com os compromissos assumidos em sede de parceria com as demais entidades participantes no projeto Ecotur, promoveu a valorização dos ativos naturais da zona através da interpretação ao longo da rota numa extensão de cerca de 5.5 quilómetros e a colocação de postes de sinalização numerados ao longo do trilho.

Estes postes servem para identificação geológica dos locais associados (Cascalho, Grota, Fajã Detrítica, Filão, Pedra Pomes, Depósito de Vertente, Nascente e Traquito), desde o parque de estacionamento das Alminhas até ao extremo noroeste da fajã, incluindo o acesso à Rocha do Cascalho. Dispõem de QR Code com acesso à plataforma do Geoparque onde é possível obter referência ao local e descarregar um booklet/folheto com informação do trilho, nomeadamente um mapa, a informação geológica do local associado à numeração de cada poste.

A informação é complementada pela app visitpontadelgada.pt, em pontos de interesse específicos.

Na zona destinada a merendas, foram colocados 3 painéis com informação bilingue (português e inglês) sobre geodiversidade, biodiversidade e culturalidade.

"Um investimento de 130 mil euros que permitiu a criação de elementos de compreensão do trilho que resgatam a história para o presente e contribuem para a eliminação da contemplação ignorante", avançou Bolieiro.

"Também está prevista a realização de vários eventos na fajã da Rocha da Relva, nomeadamente um passeio pedestre na primavera, um passeio pedestre em parceria com o Geoparque Açores, uma missa campal a 15 de agosto, provas de pesca e uma prova de trail run em setembro", adiantou a vereadora do turismo.

Para o prosseguimento do projeto Ecotur, o município constituiu um Grupo de Ação Local constituído pela Junta de Freguesia de Relva, Escola de Violas da Relva, Geoparque Açores, Grupo Folclórico de Cantares e Balhados da Relva, Associação Amigos da Rocha da Relva, Grupo de Escoteiros 193 da Relva, Filarmónica Nossa Senhora das Neves, Associação Desnível e Morcegos Trail Clube.

O projeto de valorização da Rota da Rocha da Relva foi desenvolvido em parceria com o Geoparque Açores e contou com financiamento do programa de iniciativa comunitária, Interreg III B - Espaço Macaronésia.

Bolieiro agradeceu às entidades parceiras , nomeadamente à Junta de Freguesia da Relva, presidida por Pedro Melo que, no local, e referindo-se à obra do Orçamento Participativo de Ponta Delgada, agradeceu aos proponentes pela ideia e congratulou-se com a persistência dos envolvidos. 

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.