Liga Vitals

Rincón bisa na vitória do Santa Clara

Rincón bisa na vitória do Santa Clara

 

Susete Rodrigues   Futebol   7 de Dez de 2008, 12:35

 O Santa Clara recebeu e venceu o Boavista no jogo que abriu a 11ª jornada da Liga Vitalis, por 3-1

Dois golos e Rincón e um de Rúben Rodrigues, um bom jogo de futebol onde o Santa Clara dominou, vieram completar a bonita moldura humana que se deslocou em massa ao Estádio de São Miguel, fazendo lembrar os tempo dos encarnados de Ponta Delgada na antiga 1ª Liga, hoje Liga Sagres.

A utilizar o mesmo esquema táctico, o Santa Clara entrou de rompante no encontro, com Nuno Santos desde logo a desequilibrar a defensiva boavisteira.

Por seu turno, o Boavista apresentou-se com João Tomás na frente de ataque, apoiado por François, mas não foi o suficiente para a equipa de Rui Bento fazer frente ao Santa Clara.

Com a equipa açoriana a ter maior controlo no jogo, domínio de bola, Nuno Santos, testou as capacidades de Sérgio Leite ao minuto 10 e 15.

Mas aos 19 e novamente com Nuno Santos na jogada, que cruza para a área, Vouho, não chega a tempo, já que um defesa do Boavista antecipa-se, mas na emenda, Rincón atira para o 1-0,

Sidnei ainda tentou responder mas sem sucesso. Tal como João Tomás, a passagem dos 30 minutos.

Cinco minutos depois o Santa Clara podia ter marcado, mas Vouho – que teve bem no jogo, mas teve azar na finalização – falhou ao rematar ao lado. O mesmo viria a acontecer aos 42 minutos, quando Vouho isola-se, mas na cara do guarda-redes visitantes, remata para sua defesa.

Mesmo em cima do intervalo e numa boa jogada combinação, Ruy Netto cruza para a área aparecendo Rincón, para fazer o 2-0.

Na segunda parte e nos seus primeiros cinco minutos, o Boavista deu mostras de alguma motivação e disposição de dar a volta ao marcador. No entanto, o Santa Clara continua a sua boa postura e qualidade de jogo, a trocar muito bem a bola e a não deixar os visitantes subirem no terreno, conseguindo criar dois lances de perigo, primeiro aos 54 minutos, com Ruy Netto pela esquerda a cruzar para Hernâmi rematar e a bola a sair muito junto ao poste; depois foi novamente Vouho a não ser feliz no remate.

O Boavista chega ao golo por intermédio de Márcio que saiu do banco para substituir Gilberto. A parir daqui, os boavisteiros voltaram a aparecer mais no jogo, mas a querer vencer, Vítor Pereira lança Rúben Rodrigues que, acabado de entrar, e após passe de Oliveira, marca o terceiro golo do Santa Clara, dando maior tranquilidade à equipa dos Açores.

O trio de arbitragem que viajou de Setúbal esteve bem.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.