Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   5 de Nov de 2007, 05:42

A previsão dos gastos do Governo com viagens oficiais, o investimento público inscrito no Orçamento de Estado para a área da investigação e o perfil dos toxicodependentes portugueses fazem hoje as manchetes dos matutinos lisboetas.
O Correio da Manhã (CM) titula "Estado gasta 61 milhões em viagens", referindo que, no próximo ano, o Governo prevê gastar mais de 61,6 milhões de euros em deslocações e estadas.

    A previsão está inscrita na proposta de Orçamento de Estado para 2008 e, segundo o jornal, representa um aumento de dez milhões de euros em relação a corrente ano, em que Portugal preside à União Europeia.

    O jornal destaca ainda os receios da antiga provedora da Casa Pia de Lisboa Catalina Pestana, que afirma temer "pela vida das vítimas" da instituição.

    O início do julgamento da figura do jet set Maria das Dores, acusada de ter mandado matar o marido, e a vitória do Sporting (4-1) frente à Naval são outros destaques na capa do CM.

    O Jornal de Notícias (JN) destaca a chegada do "choque tecnológico" à investigação, adiantando que o investimento público previsto na proposta de Orçamento de Estado para 2008 atinge nesta área pela primeira vez 1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), atingindo os 1.700 milhões de euros.

    O jornal revela ainda que o Estado "contrata cinquenta 'superdoutores' estrangeiros com salários acima da média".

    O desejo do presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa, ser julgado no Alentejo por um dos casos do processo "Apito Dourado" e a detenção por tráfico de droga de um dos arguidos do caso "Paserelle" são outros assuntos destacados pelo JN.

    O Público escreve na manchete que "quase 40 por cento dos toxicodependentes de rua nunca fizeram tratamento", citando dados de um estudo de caracterização do Instituto da Droga e Toxicodependência, que revela ainda que a maioria dos inquiridos tem familiares que também consomem drogas.

    O matutino chama ainda à primeira página o risco de adiamento das eleições no Paquistão, depois de o presidente Pervez Musharraf ter decretado o estado de emergência no país, e a primeira imagem conhecida do rosto do faraó Tutankamon, três mil anos após a sua morte.

    O Diário de Notícias (DN) faz manchete com as novas regras da União Europeia para os alimentos que alegam efeitos benéficos para a dieta ou saúde e escreve "Iogurtes têm de provar que fazem bem à saúde".

    Destaca ainda a descoberta em Portugal de um quadro do pintor italiano Tintoretto e os desafios do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, até ao final do mandato.

    O 24Horas diz na chamada principal da primeira página que quatro amigos do casal McCann vão ser constituídos arguidos no caso da menina desaparecida de um apartamento no Algarve a 03 de Maio.

    O jornal refere que Jane Russel, Russel O'Brien, Matthew Oldfield e David Payne "passam a arguidos" e que a Polícia Judiciária já escreveu carta para enviar para Inglaterra para que os quatro voltem a ser ouvidos, agora na condição de arguidos.

    O Jornal de Negócios (JdN) entrevistou o ministro do Ambiente, Nunes Correia, sobre o novo modelo para a gestão do sector da água, que segundo o ministro irá criar entre 40 a 50 concessões privadas.

    "Indústria privada da água vai explodir", titula o jornal, adiantando que o capital da empresa Águas de Portugal será aumentado em 300 milhões para concretizar as metas traçadas pelo QREN.

    "IRS: Cinquenta mil contribuintes doaram parte do imposto pago em 2006" e "Vendas de carros topo de gama em Portugal crescem acima da média europeia" são outros temas em destaque no JdN.

    O Diário Económico faz manchete com a abertura de um banco do grupo Espírito Santo no Dubai.

    Destaca ainda que a portuguesa EFACEC fornece uma central nuclear norte-americana e que o fisco não devolve IRS a quem mantém dívidas.

    O avançado brasileiro Liedson, autor de um dos quatro golos com que o Sporting bateu a Naval em encontro da nona jornada da liga portuguesa de futebol, por 4-1, faz o pleno nas manchetes dos jornais desportivos de hoje.

    “Ele e mais dez!”, titula A Bola, sublinhando que “Liedson resolve com um golo do outro Mundo” e que está “a um golo da centena com a camisola leonina”.

    Na sua manchete, o Record fala em “Liedshow”, referindo que o “Golo 100 está próximo” e destacando a qualidade do tento apontado pelo brasileiro: “Leão chega-se à frente com obra-prima do Levezinho”.

    Ao contrário dos outros dois desportivos, O Jogo defende que “Liedson chegou aos 100!” golos com a camisola leonina e garante que os “Leões tremem mas acabam por golear”.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.