Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   18 de Out de 2007, 06:35

O arranque da cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE, a aprovação do Tratado Reformador e a vitória de Portugal frente ao Cazaquistão por 2-1 são temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.
O Jornal de Notícias chama à primeira página “Portugal acredita poder fechar acordo sobre Tratado na Cimeira de Lisboa”.

    A aprovação do Tratado reformador, que substitui a Constituição Europeia, é o principal objectivo dos dias da Cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia que hoje se inicia em Lisboa com fortes medidas de segurança.

    O JN diz que o Governo afirma “haver condições políticas maduras para vencer obstáculos levantados sobretudo pela Polónia”.

    O matutino explica na sua edição de hoje o que “muda no funcionamento e no exercício do poder na Europa dos Vinte e Sete”.

    Na capa, o JN realça também a vitória por 2-1 de Portugal frente ao Cazaquistão, em encontro do grupo A de apuramento para o campeonato da Europa de 2008.

    Sobre o jogo, o matutino destaca a frase do jogador Makukula (que apontou um dos golos que deu a vitória a Portugal): “Só disse sim à bola”.

    Também o jornal Público destaca na primeira página a Cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE, titulando “As dores de parte do Tratado de Lisboa”.

    Na capa, o diário realça ainda “Portugal vai voltar a divergir da zona euro”, “Cirurgião [seropositivo] pode ter de mudar de especialidade” e “Exames só vão incidir 12º ano”.

    O Diário de Notícias faz manchete com o título “PGR obriga médicos a incluir aborto no código deontológico”.

    De acordo com o matutino, o conselho consultivo da Procuradoria-Geral da república considera que o código deontológico dos médicos viola a lei que diz respeito à prática de aborto e à sua sanção disciplinar, pelo que deve ser alterado.

    O diário puxa também para a capa “Portugal a quatro pontos do Euro 2008”, “Alto risco em cimeira histórica” e “Lisboa: Avenida da Ponte já soma 96 acidentes”.

    “Nova casa de orgias em Lisboa” é a manchete do Correio da Manhã, que revela que um ex-aluno da Casa Pia garantiu a ex-provedora Catalina Pestana que continua a haver encontros sexuais de adultos com crianças.

    O Presidente da República, Cavaco Silva, pediu ao Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, para investigar alegados abusos, salienta o CM.

    “Makukula abre caminho para vitória da selecção” é outro título do CM que destaca uma fotografia do jogador Makukula e Quaresma.

    Sobre a cimeira que hoje arranca no Parque das Nações, em Lisboa, o CM escreve “Três mil polícias seguram líderes europeus”.

    O 24horas titula “Eusébio apanhado com uma mulher pela polícia”, referindo que uma zaragata de madrugada obrigou a vizinhança a chamar as autoridades.

    Sobre o caso Maddie, o jornal noticia que o “novo líder da investigação já foi estudar o local da tragédia”.

    “Makukula teve de usar chuteiras de Meira” no jogo entre o Cazaquistão e Portugal, e “Universitária encontrada morta na praia de Miramar” são outras chamadas de capa do 24horas.

    O Jornal de Negócios preenche manchete com o título “Operação Furacão: Inspecção fiscal faz buscas às sedes da Texto e Porto Editora”.

    Na origem da investigação estarão alegadas facturas falsas, adianta o económico, realçando ainda que ao longo do dia de quarta-feira foram recolhidas provas nas editoras de Pais do Amaral e Vasco Teixeira.

    Na capa, o JdN destaca ainda declarações do líder da Sonae Paulo Azevedo que diz que “interesses poderosos ameaçam Autoridade da Concorrência”.

    Na primeira página, o jornal salienta ainda que “Apenas um terço dos funcionários públicos foi avaliado em 2006”.

    O Diário Económico puxa para a capa “La Caixa reforça interesse no capital do BCP”, referindo que o banco catalão terá reforçado a sua posição no banco português, mas continua abaixo de um por cento do capital.

    O jornal chama ainda a atenção para o “que muda nas pensões da Função Pública” com as novas regras impostas pelo Governo.

    O económico realça ainda “Operação Furacão ataca Porto Editora” e uma entrevista a Paulo Portas na qual diz: “Este Orçamento é um saque ao contribuinte”.

    A revista Sábado realça na sua edição de hoje “A nova saga de [Miguel] Sousa Tavares”, revelando que o livro “Rio das Flores” que sucede a “Equador” sai já na próxima quinta-feira.

    “Bombistas suicidas: Três terroristas contam porque querem morrer”, “Quem é o filho incómodo de Jardim Gonçalves” e “José Pacheco Pereira analisa o Congresso” do PSD são outros assuntos em destaque na Sábado.

    A revista Visão destaca na primeira página “As (Novas) histórias do Miguel [Sousa Tavares] e do Zé [José Rodrigues dos Santos]”, referindo-se ao lançamento nos próximos dias dos novos romances dos jornalistas.

    A Visão titula ainda “Intriga no BCP: O Cerco a Jardim Gonçalves”, “Bastidores do novo tratado” e uma reportagem sobre “Cristina Kirchner, a Hillary Argentina”.

    O triunfo de Portugal sobre o Cazaquistão (1-2) que quarta-feira colocou a selecção portuguesa mais perto da fase final do Euro2008 está hoje nas primeiras páginas dos desportivos, que destacam sobretudo a exibição e o golo de Makukula, o jogador do Marítimo que à última da hora foi chamado para o lugar do lesionado Nuno Gomes.

    “Makukula - o herói inesperado”, assinala A Bola, sobre foto a grandes dimensões do futebolista, referindo que Portugal está “a 4 pontos da fase final”.

    “Aí vamos nós!” garante O Jogo, com foto dos festejos dos jogadores ao golo de Makukula, referindo que o futebolista estreante “jogou com as botas de Meira, marco golaço e a selecção já +vê+ o Euro’2008”.

    Para o Record, houve “Portugalzão”, assinalando que “todos acreditam após vitórias no Azerbaijão e Cazaqistão” e referindo que “Makukula marca na estreia”.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.