Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   20 de Out de 2008, 06:33

A reeleição de Carlos César como presidente do Governo açoriano, o alerta das associações dos direitos das mulheres para aumento de crimes violentos e alegada existência de caos na Linha Saúde24 estão hoje em destaque na imprensa.
O Público destaca na sua edição de hoje “PS com maioria nos Açores em dia de abstenção histórica”.

    O PS de Carlos César renovou domingo a sua maioria absoluta nos Açores, ganhando nas nove ilhas do arquipélago, mas diminuindo o número de votos e deputados, enquanto no PSD a derrota eleitoral levou à demissão do líder, Costa Neves.

    O diário puxa ainda para a capa “Laboratórios burlaram Estado durante anos” e a vitória do Benfica por 5-3 frente ao Penafiel em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol disputado no Estádio da Luz.

    “Caos na Linha Saúde 24” é a manchete do Correio da Manhã, revelando que oito supervisores da Linha Saúde 24 escreveram à ministra da Saúde, Ana Jorge, a denunciar o “caos organizativo” em que caiu o serviço.

    O jornal diz que os utentes estão a ser prejudicados na triagem e no atendimento.

    “Cheias de Lisboa arrasam moradores e comerciantes”, “César absoluto nos Açores” e “Moreira salva águias de escândalo maior” são outros títulos em destaque no CM.

    O Diário de Notícias escolheu para manchete o título “Mulheres vítimas de crimes cada vez mais violentos”.

    As associações de defesa dos direitos das mulheres alertam para a crescente brutalidade dos crimes cometidos.

    A União da Mulher - Alternativa e Resposta (UMAR) aponta para 32 os homicídios registados este ano e 35 tentativas falhadas.

    “César renova maioria” é outro destaque do DN que realça ainda “Moreira salva Benfica nos penaltis”.

    O Jornal de Notícias chama à primeira página “Polícia espera invasão de haxixe”, escrevendo que a vigilância espanhola revela-se eficaz e empurra traficantes para a costa portuguesa.

    “Carlos César revalida maioria absoluta socialista nos Açores” e “McCain perdeu Colin Powell para Obama” são outras chamadas de capa do JN.

    O 24horas avança na capa “Freira está presa por não pagar bilhete de autocarro”.

    De acordo com o diário, a irmã Amélia foi condenada a passar um mês na cadeia.

    Na primeira página, o Diário Económico destaca “Aumento das maiores pensões no Estado antecipado para 2009”.

    O económico revela que as pensões da Função Pública entre 2.450 e 4.900 euros brutos deveriam subir a partir de 2011 mas, na proposta que fez aos sindicatos, o Governo quer aumentar as reformas de 40 mil aposentados já em 2009.

    O DE faz ainda chamada de capa com uma entrevista ao gestor e presidente do Instituto PSD, Alexandre Relvas, na qual diz: “Governo vai ter de recuar na construção das estradas”.

    O gestor faz ainda uma análise crítica da economia e da proposta de orçamento para 2009.

    Por seu turno, o Jornal de Negócios adianta “Finanças vão cobrar pedidos de reavaliação dos imóveis”.

    O jornal salienta que a proposta de Orçamento do Estado para 2009 obriga os proprietários a pagarem entre 480 e 1.920 euros se quiserem que o Fisco avalie o imóvel uma segunda vez.

    “Ongoing compra 11 por cento e passa a ser o segundo maior accionista da Impresa” e “Supervisores denunciam falhas graves na ‘Linha Saúde 24” são outros temas em destaque no JdN.

    O guarda-redes Moreira, que voltou à baliza do Benfica três anos depois, é o herói das capas dos matutinos desportivos, que lhe atribuem a vitória dos “encarnados” sobre o Penafiel, em jogo da Taça, no desempate por grandes penalidades (5-3).

    “Moreira salva Benfica”, anuncia A Bola, sobre foto do guarda-redes a defender uma das grandes penalidades, comentando “Penafiel ia provocando escândalo na Luz”.

    O matutino desportivo comenta ainda que “guarda-redes que não joga há três anos defendeu penalty no desempate” e cita o técnico do Benfica, Quique Flores: “A única coisa positiva é que conseguimos passar”.

    O jornal diz ainda “Inter de José Mourinho goleia (4-0 em Roma e já lidera isolado”.

    O Jogo coloca a mesma imagem na capa, visto do outro lado do campo, e anuncia “Salvador”, referindo-se à grande penalidade defendida pelo guarda-redes benfiquista.

    Em chamadas de primeira página, o jornal cita o guarda-redes (“Quando defendi o penálti pensei na minha mulher e na minha filha”), o treinador (“fatou intensidade”) e o director desportivo, Rui Costa (“estes jogadores também são de primeira linha”).

    O matutino destaca ainda a análise de João Vieira Pinto, que afirma esperar com curiosidade “para ver a baliza do FC Porto e o meio-campo do Sporting nesta semana de competições europeias”.

    O Record repete o título de A Bola, com a mesma foto do guarda-redes das “águias” mas num ângulo diferente: “Moreira salva Benfica”.

    O jornal comenta que “guarda-redes evita escândalo na Luz” e acrescenta: “.. e Suazo carimba passagem”.

    Ao fundo da página o matutino assinala as “surpresas na Taça”, noticiando que “Arouca elimina Marítimo” e “Rio Ave cai em Barcelos”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.