Repetição de exames periciais a alegadas vítimas da Casa Pia


 

Lusa/AOonline   Nacional   1 de Nov de 2007, 17:50

O tribunal que julga o processo Casa Pia decidiu mandar repetir os exames periciais a uma dezena de alegadas vítimas, facto que agradou ao advogado de defesa de Carlos Cruz.
Ricardo Sá Fernandes confirmou à agência Lusa a notificação que recebeu do colectivo de juízes, presidido por Ana Peres e congratulou-se com a diligência, apesar de reconhecer que ela "vai atrasar ainda mais o julgamento".

    "Espero que as perícias sejam bem feitas e que tudo seja feito em benefício da descoberta da verdade", afirmou o advogado, realçando que "são preferíveis mais diligência para ter mais certeza do que uma decisão apressada e sem todos os elementos".

    A decisão do tribunal não merece qualquer contestação por parte do advogado do arguido Carlos Cruz e "apesar das consequências nefastas devido ao prolongamento do julgamento".

    "Pesando os pratos da balança é sempre preferível ter melhores garantias para que a verdade seja alcançada. O pior que podia acontecer era o processo chegar ao fim se se ter a noção da verdade", ressalvou.

    Os exames serão realizados por peritos do Instituto de Medicina Legal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.