Açoriano Oriental
Realizador micaelense com guião premiado pela Netflix

O realizador de publicidade Augusto Fraga aproveitou a pandemia para se dedicar à escrita em São Miguel e o resultado foi o guião “Rabo de Peixe” que, recentemente, foi um dos cinco galardoados pela Netflix e pelo Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) com um prémio monetário de 25 mil euros.

Realizador micaelense com guião premiado pela Netflix

Autor: Carolina Moreira

“Vim com a minha família para os Açores logo no início de março e, estando em quarentena, comecei a desenvolver vários guiões. Desde a minha casa na Achada do Nordeste, encontrei a tranquilidade que raramente disponho e acabei por dedicar bastante tempo a investigar e a trabalhar cada uma das histórias”, conta.

Segundo o micaelense, por mero acaso, a Netflix lançou um concurso de guiões de séries de ficção em parceria com o ICA e foi aí decidiu concorrer.

“Como já estava com a mão na massa, pareceu-me uma oportunidade que tinha que aproveitar, também porque me obrigava a um ‘deadline’, o que é muito útil em projetos pessoais. Escolhi uma história e ‘Rabo de Peixe’ passou de uma folha de rascunho, para uma página em branco do Final Draft, o programa que uso para escrever”, explica.

Depois de escrever a primeira versão do argumento, Augusto Fraga juntou-se a Marcos Castiel e André Szankowski para desenvolver a história centrada na vila micaelense.
“Começámos a trabalhar a estrutura, os diálogos, o ritmo e a profundidade das personagens. A versão que entregámos para o concurso foi a vigésima primeira do guião, terminada na noite antes do fim do prazo. Uns dias depois, o ICA revelou que tinham recebido mais de 1200 candidaturas e aí perdemos a esperança. Não somos propriamente guionistas e o facto de serem escolhidos apenas cinco guiões lançou a nossa esperança para mínimos”, afirma.

No entanto, o realizador conseguiu ser um dos premiados, passando agora o sonho por transformar o guião numa série de ficção para a plataforma de ‘streaming’.
“Vamos dedicar todos os recursos para que isso aconteça. Junto da Netflix, vamos perceber qual será a melhor forma de a tornar real, naquela que será, acredito, a série mais surpreendente alguma vez feita em Portugal”, salienta, apesar de querer manter os pormenores de “Rabo de Peixe” em segredo.

“O guião, cujos pormenores preferimos manter ainda secretos, tem como cenário principal essa vila de São Miguel, sendo uma série de ação dramática com toques de surrealismo e humor negro”, desvenda.

Segundo o criativo, responsável por várias campanhas reconhecidas no mercado nacional e internacional, o futuro passa por continuar a realizar ‘spots’ publicitários e pela escrita de ficção.

“Estou a trabalhar em cinco projetos em paralelo, um deles uma grande história açoriana, ainda em fase de guião. Também estou focado numa grande produção americana de uma longa metragem. Mas, neste momento, a nossa energia está em ‘Rabo de Peixe’. Vamos dedicar o prémio à criação de uma Writer’s Room, uma sala de guionistas para desenvolver este e outros projetos de ficção. E já estamos à procura de jovens guionistas que queiram colaborar connosco”, salienta Augusto Fraga ao Açoriano Oriental. ♦

Augusto Fraga trabalha com as maiores marcas internacionais

O realizador publicitário Augusto Fraga cresceu em Vila Franca do Campo e é filho da artista açoriana Maria Antónia Esteves. Estudou Comunicação Social em Braga antes de se mudar para Barcelona e, depois, para Nova Iorque para alargar os seus estudos em cinema.

Como realizador de publicidade, já foi destacado pela Revista Shots em diversas ocasiões, tendo inclusive sido nomeado para melhor realizador publicitário em Espanha e em Portugal.

Trabalha habitualmente nos Estados Unidos, Alemanha, Itália, Canadá, China e Japão para as principais marcas internacionais Apple, Adidas, Mercedes, Asics, Coca-Cola, Playstation e Nike, dirigindo atletas como Cristiano Ronaldo, Rafael Nadal e Lionel Messi.

Recentemente, ganhou o prémio de melhor videoclipe nos prémios Play da RTP com o projeto “Hear From You” do artista português Branko.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.