Açoriano Oriental
PSP espera 2700 benfiquistas das claques organizadas do dérbi de Alvalade
Os responsáveis da Polícia de Segurança Pública (PSP) esperam 2700 adeptos das claques organizadas do Benfica na visita de esta segunda-feira ao rival Sporting, no encerramento da 11ª jornada da I Liga de futebol.

Autor: Lusa/AO online

“Um dérbi será sempre um dérbi, independentemente da tabela classificativa. É sempre um jogo difícil e complexo, um clássico. Vamos fazer algumas alterações e adequar a ação às informações que vamos tendo, com atenção àquilo que correu menos bem nos jogos anteriores”, afirmou o comissário Valente Pinho.

Em conferência de imprensa, na esquadra da terceira divisão da PSP de Lisboa, Valente Pinho recusou confirmar o número habitual de agentes envolvidos na operação – cerca de 600 -, preferindo falar de um “dispositivo necessário e proporcional” para um “jogo de risco elevado”.

“O que importa é que no final do jogo se fale do jogo, do Benfica, do Sporting, sem que a polícia tenha tido qualquer papel visível”, continuou, desvalorizando a polémica entre os dirigentes de “leões” e “águias” sobre o eventual adiamento da partida.

Após o compromisso da Liga Europa ter sido adiado um dia devido à chuva, o Sporting pediu à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) o adiamento do dérbi para terça-feira, mas viu tal pretensão indeferida.

“Sempre que solicitámos colaboração às estruturas de segurança dos clubes, obtivemos sempre a melhor ajuda. Há relações excelentes. Tudo o resto faz parte do dérbi”, disse o responsável da PSP, referindo-se às relações crispadas entre os presidentes dos emblemas.

A PSP vai acompanhar as claques do Benfica desde o Estádio da Luz até à casa do rival, na habitual “caixa de segurança”, iniciando o policiamento nas imediações dos recintos pelas 17:00.

A maioria dos adeptos benfiquistas serão encaminhados através da porta 1 do Estádio José Alvalade, ocupando os setores “A9, A11, B5, B7, B9 e B11” das bancadas do campo “verde e branco”.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.