Bolsa

PSI 20 fecha a cair em linha com fortes perdas na Europa


 

Lusa / AO online   Economia   20 de Jan de 2010, 16:57

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, encerrou esta quarta-feira a cair 1,71 por cento para os 8.337,91 pontos, em linha com as descidas significativas na Europa, com 19 títulos no vermelho.
Dos 20 títulos que compõem o índice de referência, apenas a Jerónimo Martins subiu, numa sessão com boa liquidez em que trocaram de mãos 61,8 milhões de acções, no valor de 177,2 milhões de euros.

A EDP Renováveis protagonizou a maior queda do dia, baixando 4,6 por cento para 6,45 euros, seguida pela Teixeira Duarte, que perdeu 3,9 por cento para 1,041 euros, e pela Mota Engil, que baixou 3,3 por cento para 3,628 euros.

Depois, surge um grupo de três empresas com perdas acima dos dois por cento, entre elas, a EDP, que regrediu 2,206 por cento para 2,97 euros, acompanhada pela Cimpor (-2,7 por cento para 6,212 euros) e pelo Banco BPI (-2,5 por cento para 2,111 euros).

Seguem-se-lhes nove empresas com descidas maiores do que um por cento, com destaque para os pesos pesados Galp Energia, BES, Portugal Telecom e BCP.

A Jerónimo Martins foi a única empresa do PSI 20 a fechar em alta na sessão de hoje, crescendo 0,871 por cento para 7,068 euros.

Na Europa, os principais mercados accionistas encerram igualmente com perdas acentuadas, com as quedas a oscilarem entre os 1,67 por cento de Londres e os 2,61 por cento de Madrid.

O índice Euronext 100 caiu 1,59 por cento para 684,82 pontos e o índice DJ Stoxx 50 perdeu 1,62 por cento para 2.591,35 pontos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.