PSD quer explicações sobre classificação do Carnaval da Terceira como Património Cultural Imaterial

PSD quer explicações sobre classificação do Carnaval da Terceira como Património Cultural Imaterial

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   25 de Fev de 2019, 17:46

O deputado do PSD/Açores, César Toste, quer saber em que ponto está a classificação das Danças e Bailinhos do Carnaval da ilha Terceira como Património Cultural Imaterial, tendo questionado o Governo Regional sobre o assunto.

O social-democrata lembra, em comunicado, que o parlamento açoriano “aprovou por unanimidade, a 5 de setembro de 2013, uma proposta do PSD nesse sentido” e pediu informações à tutela relativamente ao processo de inscrição das Danças e Bailinhos do Carnaval da Terceira no Inventário do Património Cultural Imaterial, questionando “as diligências que o governo regional dos Açores tem realizado para a sua aprovação”.


César Toste recorda também que a recomendação “aprovada há cinco anos e meio”, previa “ouvir entidades representativas da cultura terceirense, para diligenciar a referida classificação”, sendo que, “só três anos depois da aprovação do parlamento é que deu entrada, na Direção-Geral do Património Cultural, um pedido da Direção Regional da Cultura com esse objetivo”.


“Entretanto, já se passaram três anos sobre a entrada do pedido da Direção Regional da Cultura”, sublinha César Toste.


“O Carnaval terceirense é um exemplo vivo da criatividade do nosso povo. Uma tradição popular que atravessa e contagia as gerações e, se quisermos, uma bandeira cultural dos terceirenses”, disse ainda César Toste.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.