PSD/Açores anuncia abstenção no orçamento regional para 2014

PSD/Açores anuncia abstenção no orçamento regional para 2014

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Nov de 2013, 13:28

O presidente do PSD/Açores anunciou hoje que o partido vai abster-se na votação do orçamento regional para 2014, dizendo que PS e governo açorianos não podem desculpabilizar-se com a oposição no combate ao desemprego no arquipélago.

“A nossa preocupação são as pessoas, são os mais de 21.500 desempregados e a pobreza que cresce e é por isso que o PSD/Açores vai abster-se no plano [anual de investimento] e orçamento para 2014”, disse Duarte Freitas, no encerramento das jornadas parlamentares do partido, na Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

O PSD também se absteve na votação dos documentos orçamentais da região para este ano, em março passado. Tal como aconteceu na altura, Duarte Freitas argumentou que, perante os problemas dos Açores, sobretudo no que toca ao desemprego, os socialistas não podem desculpar-se com a oposição.

“Tivemos há seis meses a mesma postura, para que da parte do PS e do Governo Regional não encontrem no PSD/Açores nenhum espaço de desculpabilização nem de obstaculização. Damos todas as condições para que o governo combata a crise e para ajude aqueles que, muitas vezes, são vítimas da sua própria governação. Esse nosso contributo foi dado há seis meses, é dado de novo, é uma oportunidade que damos às pessoas, para ver se o Governo Regional consegue resolver de uma vez por todas a situação”, afirmou.

Após um ano de Governo Regional do socialista Vasco Cordeiro, “faltam os resultados”, disse Duarte Freitas, apesar dos contributos que o PSD deu para “a agenda açoriana de combate à crise” e do “acordo de princípio” dos sociais-democratas “para que ela fosse concretizada”.

“Mas não são os partidos da oposição os responsáveis pela execução. Faltam os resultados e esses são da exclusiva responsabilidade do Governo Regional e do Partido Socialista”, disse Duarte Freitas, sublinhando que é ao executivo que cabe “implementar o que anuncia e corrigir o que implementou mal, para que o desemprego possa descer”.

Para o presidente o PSD/Açores, “a agenda tem boas soluções”, mesmo que não sejam “todas ou as ideais”, no entanto, à “apresentação sucessiva de medidas para combate ao desemprego”, parece que cresce o problema, concluindo que muitas delas ou não chegam a ser postas em prática ou são mal executadas.

Duarte Freitas assegurou ainda que o PSD vai também apresentar propostas de alteração e contributos para os documentos orçamentais, que serão debatidos e votados no parlamento açoriano no final do mês, apelando ao Governo Regional para abandonar “a retórica” e para que, em vez de atacar a oposição, “ataque agressivamente" a crise, em que tem “enormes responsabilidades”.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.