Projeto de voluntariado comunitário angaria mais de 70 mil euros nos Açores

Projeto de voluntariado comunitário angaria mais de 70 mil euros nos Açores

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   6 de Jun de 2019, 18:30

O Núcleo Regional dos Açores da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRA LPCC) angariou mais de 70 mil euros, no âmbito do o projeto de voluntariado comunitário “Um Dia Pela Vida” – Porto Judeu, que desenrolou-se entre dezembro de 2018 e março deste ano, na ilha Terceira.

De acordo com comunicado, no total, foram angariados 78 044,68 euros, que vão permitir ao Núcleo Regional dos Açores dar continuidade ao trabalho desenvolvido, concretizando objetivos fundamentais como o apoio social e psicológico ao doente oncológico e família, a humanização da assistência ao doente oncológico pela disponibilização de apoio prático e/ou emocional aos doentes, a promoção da educação para a saúde do público, através da prevenção primária, a investigação científica e a formação de profissionais de saúde na área da oncologia.


Este projeto mobilizou cerca de 700 participantes, através do envolvimento de 64 equipas, coordenadas por uma equipa de comissão local, liderada pela responsável local Ana Sofia Simões.


O encerramento do projeto decorreu no pavilhão de multiusos da Vila de porto Judeu, em Angra do Heroísmo, com uma festa, organizada pela comissão local, e que teve a particularidade de decorrer ao longo de mais de 24 horas ininterruptas, tendo como pontos altos uma arruada, que percorreu as principais artérias do centro da vila de Porto Judeu até ao local da festa, a caminhada de abertura percorrida exclusivamente por sobreviventes da doença oncológica e a cerimónia das luminárias, que contou com o testemunho de uma sobrevivente e de uma cuidadora, sendo o momento da festa em que se homenageiam os que venceram, os que estão na luta, e os que partiram face à doença.


O NRA LPCC congratula-se com o empenho e disponibilidade da comissão local que abraçou e dinamizou este projeto, bem como todos os membros das equipas que, ao longo de três meses, trabalharam com o objetivo de informar e educar para questões relacionadas com o cancro e de angariar fundos para o NRA LPCC, permitindo a continuidade da missão desta instituição.


O projeto, recorda-se, pretende mudar a atitude da comunidade face à doença oncológica, educar, informar e angariar fundos para os programas de prevenção e atividades da Liga Portuguesa Contra o Cancro.


O mote de UDPV, “Celebrar (com os que venceram), Recordar (os que partiram), e lutar (apoiar os que estão a lutar)”, impulsionou o projeto na Vila de Porto Judeu, numa iniciativa promovida pela LPCC no âmbito do programa internacional da American Cancer Society.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.