Projecto da União Europeia apoia a defesa do ambiente no Panamá


 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Nov de 2007, 10:16

O Panamá iniciou formalmente a sua participação no Programa Regional de Redução da Vulnerabilidade e Degradação Ambiental, com o financiamento da União Europeia (UE) de 20 milhões de euros, informaram fontes governamentais.

O projecto corresponde a um programa de financiamento subscrito pela UE e pelo Sistema de Integração Centro-Americana e também a um compromisso adquirido pelo Governo panamense através do Ministério dos Negócios Estrangeiros, segundo uma nota de imprensa dessa instituição.

O secretário-geral do Ministério panamense e coordenador nacional da cooperação com a UE, Roberto Antonio Rosas, indicou que o programa é importante para o Panamá pelo grande impacto que terá a redução do risco em zonas vulneráveis na bacia do Rio Pacora, no Oeste da capital, e no Rio Índio, na Província de Colón.

Por sua vez, o coordenador da Unidade de Gestão Regional do Programa Regional de Redução da Vulnerabilidade e Degradação Ambiental, Estuardo Velásquez, informou que o projecto é inovador e que abrange três partes: o ambiente, a água e a prevenção de riscos.

O programa vai beneficiar os seis países centro-americanos e as 52 bacias hidrográficas que existem no Panamá, que representam várias actividades como a hidro-eléctrica, agrícola, industrial, doméstica ou a turística, destacou a nota de imprensa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.