Sérvia-Portugal

Proibido perder em Belgrado

Proibido perder em Belgrado

 

Lusa/AO Online   Futebol   5 de Set de 2019, 10:27

A seleção portuguesa de futebol procura no sábado, em Belgrado, frente à Sérvia, somar a primeira vitória no grupo B e relançar-se na luta pelo apuramento direto para o Euro2020, num encontro em que Pepe é grande baixa.

O central do FC Porto, o sexto mais internacional de sempre por Portugal, com 106 jogos, foi chamado por Fernando Santos, mas, um dia antes da concentração, lesionou-se ao serviço dos 'dragões' e acabou por nem integrar o estágio.

Por essa razão, a seleção nacional vai atuar em Belgrado sem uma das suas principais figuras e peça muito importante no setor defensivo, num encontro em que está proibida de perder, depois de ter arrancado o grupo B com dois empates caseiros, perante Ucrânia (0-0) e precisamente a Sérvia (1-1).

Uma vitória no 'inferno' do Estádio Rajko Mitic, 'casa' do Estrela Vermelha, relança Portugal na luta pelo primeiro lugar do agrupamento, enquanto um empate poderá deixar a Ucrânia fugir ainda mais na liderança, embora mantenha os atuais campeões europeus com hipóteses de chegar à qualificação, via segundo lugar.

Se uma igualdade complica o objetivo de vencer o grupo, uma derrota, algo que não acontece a Portugal há mais de um ano (a última foi em 30 de junho de 2018 nos oitavos de final do Mundial perante o Uruguai, por 2-1), então deixará a equipa de Fernando Santos em 'maus lençóis' e dependente dos seus rivais.

Na ausência de Pepe, José Fonte deverá ocupar o lugar deixado vago pelo jogador de 36 anos e fazer dupla com Rúben Dias no centro da defesa, tal como aconteceu há três meses, no Porto, frente à Holanda (1-0), no jogo que valeu a conquista da Liga das Nações.

Aliás, o selecionador Fernando Santos não deverá fazer muitas alterações em relação a esse jogo no Estádio do Dragão, embora João Félix possa aparecer no 'onze' inicial e fazer dupla com Cristiano Ronaldo, relegando Gonçalo Guedes para o banco, apesar de o jogador do Valência ter sido o 'herói' dessa final.

Ronaldo e Félix atuaram juntos uma vez, precisamente na fase final da Liga das Nações, mas nas meias-finais com a Suíça (3-1), num encontro que acabou por não correr bem ao antigo jogador do Benfica e agora do Atlético Madrid (foi substituído durante a segunda parte).

Rui Patrício, mais uma vez, será o guarda-redes e, à sua frente, além de Fonte e Dias, deverá ter Nelson Semedo, como lateral-direito, e Rafael Guerreiro, no lado esquerdo.

Fernando Santos deverá voltar a juntar Danilo e William Carvalho no meio, embora Rúben Neves e João Moutinho possam também aparecer no 'onze', dando mais liberdade nas ações ofensivas a Bruno Fernandes e Bernardo Silva.

Ferro e Daniel Podence, os estreantes desta convocatória, dificilmente deverão entrar nas contas do selecionador nacional, enquanto Renato Sanches, de regresso após algum tempo de ausência, poderá ser uma surpresa.

A seleção lusa segue no quarto e penúltimo lugar do grupo B com apenas dois pontos, embora tenha menos dois jogos do que a Ucrânia, que lidera com 10, e do que o Luxemburgo, que é segundo com quatro.

Com mais um jogo que Portugal, a Sérvia é terceira classificada, também com quatro pontos, enquanto a Lituânia segue em último, com apenas um ponto.

Os dois primeiros lugares do agrupamento dão acesso direto ao Euro2020. Caso falhe a qualificação no grupo, Portugal tem assegurada a presença no 'play-off' via Liga das Nações.

O Sérvia-Portugal está agendado para as 18h45 (hora dos Açores), no Estádio Rajko Mitic, em Belgrado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.