Professor é o autor do tiroteio em universidade na Turquia

Professor é o autor do tiroteio em universidade na Turquia

 

Lusa/AO online   Internacional   5 de Abr de 2018, 17:19

Um professor de uma universidade da cidade de Eskisehir, oeste da Turquia, foi o autor dos disparos que provocaram a morte de quatro colegas e ferimentos noutras três pessoas, sem que se conheçam os motivos, referiu a cadeia CNNTürk.

O docente, que tinha um cargo de investigador na faculdade de Educação, disparou contra os colegas frente aos seus estudantes e foi detido pouco depois, indicou o reitor da universidade, Hasan Gönen àquela cadeia televisiva.

Fontes da universidade referiram à agência noticiosa Efe que o atacante entrou no escritório do decano, mas por este não estar presente disparou sobre o vice-decano e o secretário, antes de sair da sala e matar dois outros professores.

De seguida, abandonou a universidade, ainda armado, mas foi seguido pelos serviços de segurança e detido pouco depois pela polícia, acrescentaram as fontes.

O ataque, cuja motivação não foi precisada, provocou quatro mortos e três feridos.

No entanto, e citado pela agência Associated Press (AP), Gönen referiu-se a uma disputa pessoal, e precisou que o autor dos disparos, que se preparava para um doutoramento, estava sob investigação na universidade após ter acusado diversos colegas de serem seguidores do clérigo Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos e acusado pela Turquia de ter fomentado o fracasso golpe de Estado em 2016.

Na sequência da tragédia, a universidade suspendeu os exames previstos, enquanto o governador da cidade, Ozdemir Cakacak, disse que três procuradores vão investigar o incidente.

A Turquia deteve dezenas de milhares de pessoas por alegadas ligações ao golpe e demitiu mais de 110.000 funcionários públicos, incluindo em universidades.

Eskisehir, situada cerca de 200 quilómetros a sudeste da Istambul e com cerca de 700.000 habitantes, é conhecida como uma cidade essencialmente universitária.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.