Leite

Produzir leite custa mais 30% do que há dez anos, mas preços baixaram 4%


 

Lusa/AO online   Economia   20 de Set de 2011, 17:54

Produzir um litro de leite custa hoje, em média, aos agricultores mais 30 por cento do que há dez anos, mas o preço de venda caiu cerca de 4 por cento, segundo um estudo hoje apresentado.
O estudo sobre preços e margens nos sectores do leite e da carne entre 2000 e 2009, encomendado pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), confirma as queixas dos produtores nacionais de leite.

“Há um esmagamento claro das margens líquidas dos produtores, devido à subida dos custos”, disse o autor do estudo, José Manuel Zorro Mendes, do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG).

“Os produtores pagam mais 30 por cento em média para produzir leite. O custo dos bens de consumo e serviços correntes na agricultura aumentou 37 por cento e o custo dos bens de investimento subiu 23 por cento. No mesmo período, o preço pago ao produtor diminuiu 4 por cento (de 31 para 29 cêntimos)”, declarou Zorro Mendes, acrescentando que estes custos aumentaram para todos os agricultores.

“Ficou claro que há um problema de quebra de rendimento no sector agrícola”, sublinhou o secretário-geral da CAP, Luís Mira, adiantando que “se as pessoas estão a abandonar [o sector do leite] não é porque ganham dinheiro, é porque perdem”.

O estudo sobre preços focou também a restante cadeia de valor – transformação e distribuição – concluindo que as margens destes intervenientes variam de forma inversa, ou seja, quando uma sobe a outra desce.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.