Produção vinícola deve cair 10% e azeitona subir 5% em 2008


 

Lusa/AO online   Economia   19 de Nov de 2008, 11:51

A produção vinícola deverá cair 10 por cento este ano, mas para o olival é esperado um aumento de cinco por cento da produtividade, anunciou o INE.
As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatatística (INE), de 31 de Outubro, apontam para atrasos na preparação dos terrenos para as lavouras e sementeiras das próximas culturas de Outono-Inverno que "ficou bastante condicionada pela falta de humidade no solo".

    O tempo seco permitiu a realização das vindimas em boas condições, "esperando-se uma produção vinícola de qualidade", mas as actuais previsões do INE, já com as adegas em pleno funcionamento, continuam a referir "uma quebra de produção de 10 por cento".

    No entanto, as "perspectivas de comercialização são boas, uma vez que este é o segundo ano consecutivo de baixas produções, pelo que as existências em stock são praticamente nulas".

    Apesar de apontar um ligeiro acréscimo da produtividade de azeitona, o INE chama a atenção para o facto de, no final do mês, terem ocorrido ventos fortes que provocaram a queda de frutos, o que associado à falta de humidade no solo poderá afectar a produção.

    Por outro lado, a ocorrência de ataques da mosca da azeitona pode ter consequências negativas para a qualidade do fruto e do azeite, acrescenta o INE.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.