Produção hídrica vai estabilizar preços da electricidade


 

Lusa / AO online   Economia   26 de Out de 2009, 17:05

O presidente da EDP, António Mexia, explicou que a redução na factura de electricidade de cinco mil famílias transmontanas resulta de um reenquadramento tarifário para encontrar as "melhores soluções" para as pessoas.
António Mexia tinha anunciado hoje de manhã, em Torre de Moncorvo, a redução da facturação energética a cinco mil famílias das zonas das novas barragens do Sabor, Tua, e Picote e Bemposta, onde está a realizar o reforço de potência das centrais já existentes.

Durante a tarde, numa visita às obras do Baixo Sabor, esclareceu que a redução resulta da acção de proximidade da empresa junto das populações da zona, com uma "atitude pedagógica" para ajudar as pessoas "a ter a melhor solução".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.